Barkyn Logo
  • Veterinário
  • Alimentação
  • Barkyn Portugal
BlogSaúde

O meu cão está doente – será uma emergência veterinária?

Alguns cães conseguem esconder bastante bem os sinais de doença. Contudo, em casos de emergência, o tutor consegue quase sempre perceber que algo não está bem com o seu amigo de quatro patas.

Daniela Leal

Daniela Leal

Veterinária
2 min de leitura

O melhor para o seu cão

Sabia que o seu cão pode ter uma ração à medida dele?

-15%

na 1ª encomenda
SABER MAIS
SABER MAIS

Como suspeitar que o meu cão está doente?

Apatia, diminuição da atividade, falta de apetite e sinais como vómitos, diarreia ou taquipneia (respiração mais acelerada) são alguns dos sinais que podem estar presentes quando um cão está doente. Contudo, são sinais que podem estar presentes quer em doenças progressivas quer em emergências veterinárias.

Consulte ainda ‘Como saber se o meu cão sente dor’.

O que é uma emergência veterinária?

Uma emergência veterinária é uma condição de saúde que exige um atendimento médico imediato.

Que situações podem ser consideradas uma emergência veterinária?

Existem diversas situações que constituem uma emergência veterinária:

  • Politraumatismos – por quedas graves ou atropelamentos, por exemplo. Muitas vezes vêm acompanhados de fraturas expostas e sangramentos ativos. Nestas situações o animal deve ser manipulado com bastante cuidado até chegada ao hospital. Se houver sangramento ativo, pode tentar fazer compressão da zona durante o transporte;
  • Cegueira aguda – pode acontecer por vários motivos e é possível observar desorientação e choque contra objetos por parte do animal;
  • Golpe de calor – mais frequente na altura do verão e requer tratamento urgente;
  • Episódios convulsivos – comumente designados por ataques epiléticos, que provocam movimentos tônico-clônicos;
  • Intoxicações (veja “Que alimentos não devo dar ao meu cão”);
  • Alterações cardíacas e pulmonares, que podem culminar em dificuldade respiratória aguda;
  • Patologias abdominais (como torsão gástrica ou hemorragias abdominais), que podem manifestar vómitos/prostração/sinais de dor.

Quais são os sinais de alerta a que devo tomar especial atenção?

Qualquer um dos episódios anteriores é motivo de alerta. Para além dessas situações emergentes, é urgente a visita ao veterinário perante sinais clínicos como:

  • Anorexia há mais de 24-48 horas;
  • Prostração;
  • Desmaio e/ou fraqueza;
  • Vómitos e diarreias intensas;
  • Abdómen com tamanho aumentado;
  • Taquipneia ou dispneia (respiração mais acelerada ou dificuldade em respirar);
  • Ausência de produção de urina há 24 horas;
  • Mucosas pálidas (pode observar-se a gengiva com cor muito clara).

Como saber se devo levar o meu cão ao veterinário?

Deve ser consultado o médico veterinário perante qualquer uma das situações descritas anteriormente. Se conseguir, entre em contacto com o médico veterinário mesmo antes de chegar ao hospital.

Daniela Leal

Médica Veterinária de Animais de Companhia

Próximo artigo

Chevron Icon

PARTILHE SE GOSTOU!

Facebook IconTwitter IconChain Icon

O melhor para o seu cão

Alimentação saudável entregue à sua porta

A Barkyn entrega ração adaptada às necessidades do seu cão acompanhamento de um veterinário dedicado. Simule agora!

Começar agora
15%
desconto na 1ª encomenda

© Barkyn, Lda. NIF: 514259426 - Love for your dog 2021

VisaCard Icon
MasterCard Icon
PaypalFooter Icon
  • Ajuda
  • Emprego
  • Privacidade
  • Loja