• Home
  • SobreChevron Icon
    • Testemunhos
    • Veterinário
    • Alimentação
  • Blog
  • Comunidade
  • Simular
BlogSaúde

Cegueira em cães – como saber se o meu cão está a ver bem?

Saúde

A perda de visão também ocorre nos cães, à semelhança do ser humano, e pode ocorrer de forma aguda ou ser motivada por uma patologia progressiva.

Quais são os sinais clínicos que sugerem perda de visão?

Quando um animal tem uma perda total ou parcial na capacidade visual, regra geral é possível que o dono detete comportamentos e posturas alteradas:

  • Perda da resposta de ameaça – o cão não pisca o olho quando aproximamos a mão ou outro objeto do olho, de uma forma repentina;
  • Choque contra objetos;
  • Adoção de um comportamento estranho quando estão em ambientes diferentes;
  • Perda de capacidade visual noturna – dificuldade de orientação quando a luz é reduzida, numa fase inicial da doença (caso seja progressiva).

Que doenças podem estar envolvidas na perda de visão?

Existem doenças (oculares e extraoculares) que podem predispor à perda de visão (aguda ou progressiva), quer por influência direta no processamento da imagem quer por não deixarem que a imagem passe normalmente todas as camadas do olho até chegar à retina (onde é processada).

As mais frequentes são as seguintes:

  • Alterações no sistema neurológico;
  • Atrofia progressiva da retina (frequente em cães de raça Cocker Spaniel);
  • Uveíte (caracterizada por uma inflamação da úvea, uma estrutura ocular. Pode ser causada por alterações oculares, como trauma, ou extraoculares, como inflamações e infeções sistémicas);
  • Glaucoma (caracterizado pelo aumento da pressão intraocular);
  • Cataratas diabéticas (ocorre com frequência em animais diabéticos, com a doença não controlada. É possível observar o “olho azulado”);
  • Alterações na retina por hipertensão (o aumento da pressão arterial, motivada por doenças sistémicas, provoca com frequência alterações na retina. O descolamento da retina é uma das consequências normalmente observadas);
  • Alterações graves na córnea não tratadas (como úlceras de córnea e Pannus;
  • SARDS (cegueira aguda. Nestes casos, a retina perde por completo a sua função, e a cegueira não é recuperável. A razão pela qual esta doença surge ainda não está completamente compreendida);

Como é feito o diagnóstico?

O diagnóstico é feito através da realização de um exame oftalmológico e da realização de exames complementares caso sejam necessários. A consulta veterinária deve ser realizada assim que haja a suspeita de perda de visão.

 

Há tratamento para a perda de visão?

Depende da causa. Algumas causas podem ser tratadas ou controladas, enquanto que outras culminarão inevitavelmente na cegueira (SARDS e atrofia progressiva da retina). Pode ser necessário instituir tratamento através de medicação oral e/ou através da colocação de gotas oftálmicas, e este será sempre orientado para o tratamento da causa primária e dos efeitos oculares que possam ter surgido secundariamente.

Daniela Leal
Médica Veterinária de Animais de Companhia

PARTILHE SE GOSTOU!

Facebook IconTwitter Icon

Aprenda mais sobre o seu cão

A Barkyn entrega ração adaptada e acompanhamento constante de um veterinário dedicado. Simule para si!

plans

Formuladas por veterinários, as rações Barkyn são feitas com carne ou peixe fresco e têm condroprotetores para tornar o seu cão mais forte. Aprovado por mais de 50 000 cães.

Barkyn

Sobre

  • Home
  • Testemunhos
  • Veterinário
  • Alimentação
  • Blog
  • Comunidade
  • Simular

Siga-nos