Será que a minha cadela está com o cio?

Saúde

O cio é uma das fases do ciclo éstrico da cadela e é a altura em que a cadela se prepara para entrar no período fértil (e engravidar). As cadelas têm o cio a cada 7 meses e dura em média cerca de 3 semanas (acompanhado de corrimento sanguinolento). Quando esterilizadas, as cadelas deixam de ter o cio.

O que é o cio?

Caracteriza-se pela presença de um corrimento vulvar sanguinolento e é a altura em que a cadela se prepara para entrar no período fértil. As fêmeas da espécie canina são não sazonais, ou seja, não têm época do ano específica para entrarem em cio – têm o cio a cada 7 meses, normalmente.

 

Primeiro cio na cadela

As cadelas começam a ter o cio entre os 6 e os 24 meses de idade, sendo as cadelas de raça pequena mais precoces do que as de raça grande.

 

Tempo de duração de um cio e número de cios por ano

O cio na cadela tem a duração média de 3 semanas. O período interestro, ou seja, o intervalo entre cios tem a duração média de 7 meses (1 a 2 cios por ano).

 

“Sintomas” do cio na cadela

A maioria das cadelas pode passar pela época do cio sem ter qualquer tipo de alteração ou sinal clínico, à parte do corrimento sanguinolento que é visível na vulva. Contudo, algumas cadelas nesta fase:

  • Comem um pouco menos nesta fase (não chegam a comer a dose diária de ração recomendada);
  • Ficam menos ativas;
  • Procuram mais pela companhia e afeto do dono.

Como saber se a minha cadela está no cio?

Os donos conseguem facilmente perceber se a cadela está em cio quando notam o tal corrimento sanguinolento na vulva. Muitas vezes, começam a notar “pingunhas” de sangue pela casa. Para além disso, é normal que os donos notem que a cadela passa mais tempo a lamber a vulva – muitas vezes é este o “sinal de alarme” que indica que a época do cio chegou.

Em cadelas que não são castradas (e têm o cio), o dono pode sempre esperar que a cada 7 meses (em média) a cadela volta a entrar em cio.

É normal que na primeira semana do cio as cadelas rejeitem a interação com outros machos.

Altura ótima para engravidar?

A altura do estro é a única altura do ciclo em que a cadela se encontra fértil.
O cio, tal como é designado, é constituído por duas fases diferentes do ciclo: o proestro e o estro. No proestro, que dura cerca de 9 dias, a vulva da cadela apresenta um corrimento sanguinolento. Nesta fase o macho interessa-se pela fêmea, mas o oposto não acontece. Na fase que se segue, o estro, que tem igualmente a duração média de 9 dias, ainda pode haver a presença de corrimento sanguinolento e a fêmea já aceita o macho. A fêmea ovula e é capaz de ficar gestante caso seja inseminada ou apresentada ao macho para que ocorra monta natural.

A altura ótima para engravidar pode ser prevista com a ajuda do veterinário, através da realização de citologias vaginais e doseamento de progesterona sanguínea.

 

São necessários cuidados especiais durante a época do cio?

Caso as fêmeas convivam com machos não castrados, é necessária alguma atenção durante esta altura. Convém mantê-los separados na época do proestro  (início do cio) uma vez que o macho vai tentar montar a fêmea e esta não vai aceitar e, posteriormente, cuidado no estro (fase seguinte) caso não seja desejado que a cadela engravide.

Após o cio, durante o diestro, a ocorrência de piómetras (infeções uterinas) aumenta significativamente. Especial atenção para os principais sinais clínicos: perdas de apetite, apatias e aumentos no consumo de água e quantidade de urina produzido.

 

Que soluções existem para que as cadelas não ciclem?

A melhor solução é a realização de esterilização (castração) das fêmeas, que consiste na retirada do útero e dos ovários. Uma vez castradas, as fêmeas deixam de ter aparelho reprodutor e consequentemente não ciclam e deixam de ter o cio. Para além de prevenção de cio, a castração previne igualmente o aparecimento de tumores mamários.

Existem outras opções, menos aconselhadas, para interrupção do cio. Consistem na toma de “pílulas”, que contêm hormonas (progesterona). Há estudos que demonstram que a utilização destes fármacos em cadelas aumenta significativamente a incidência de tumores de mama.

 

Saiba aqui quais os prós e contras da esterilização/castração.

Daniela Leal
Médica Veterinária 

Planos Barkyn

Crie o seu plano personalizado Barkyn e descubra uma nova felicidade!

Começar