• Home
  • SobreChevron Icon
    • Testemunhos
    • Veterinário
    • Alimentação
  • Blog
  • Comunidade
  • Simular
BlogSaúde

Esterilização/Castração: prós e contras

Saúde

A esterilização ou castração consiste na remoção cirúrgica dos órgãos reprodutores.

Devo ou não esterilizar/castrar o meu cão?

Quais os prós?

Nas fêmeas, a esterilização previne o aparecimento de tumores mamários, condição bastante frequente em fêmas não esterilizadas. Grande parte destes tumores têm um caráter maligno. Consegue evitar-se também problemas como piómetras, quistos ováricos e hiperplasias endometriais. Para além disso, a cadela deixa de ter o cio.

Nos machos, a castração previne o aparecimento de tumores testiculares e hiperplasias prostáticas.

 

Quais os contras?

O principal risco existente é o risco anestésico inerente à cirurgia. Está recomendada a realização de análises sanguíneas pré-cirúrgicas para verificar o estado de saúde do seu animal antes de este ser anestesiado.

Existem alguns casos relatados de incontinência urinária em fêmeas castradas em idade muito jovem, antes do primeiro cio.

Animais castrados têm especial tendência para engordar. Contudo, o controlo da alimentação após a castração ajuda a prevenir o aumento de peso.

Em que altura devo fazer a esterilização/castração?

Nas fêmeas aconselha-se a esterilização logo a partir dos 6 meses. Quanto mais cedo forem esterilizadas, menores são as probabilidades de aparecimento de tumores mamários. As fêmeas não necessitam de ter o primeiro cio para serem esterilizadas. Está sim desaconselhada a esterilização durante o período do cio.

Os machos podem ser castrados igualmente a partir da mesma altura. Contudo, a castração apenas está recomendada em cães jovens caso apresentem comportamentos continuados de marcação territorial e desejo sexual.

A cirurgia

A cirurgia realizada é simples. No caso das fêmeas são retirados os ovários e o útero, na cirurgia convencional, e no caso do macho são retirados os testículos. É realizada uma sutura pequena  que em média cicatriza completamente ao fim de 10 dias.

Existe uma técnica cirúrgica mais avançada para a realização da castração das fêmeas, através de laparoscopia. A técnica cirúrgica permite uma recuperação pós-operatória mais rápida e uma cicatriz de dimensões bastante menores.

 

Cuidados pré e pós-cirúrgicos

Antes da cirurgia o único cuidado a ter é fazer jejum durante 12 horas antes da cirurgia. No pós-cirúrgico convém desinfetar regularmente a zona da cicatriz e administrar as medicações aconselhadas pelo veterinário. Convém que os animais andem com colar isabelino até a cicatrização estar completa.

Mudança de alimentação pós-castração

Após a esterilização está recomendado que os animais façam transição para uma ração própria para animais castrados, de forma a evitar excesso de peso.

Saiba neste artigo se a sua cadela está com o cio.

Daniela Leal
Médica Veterinária Animais de Companhia

PARTILHE SE GOSTOU!

Facebook IconTwitter Icon

Aprenda mais sobre o seu cão

A Barkyn entrega ração adaptada e acompanhamento constante de um veterinário dedicado. Simule para si!

plans

Formuladas por veterinários, as rações Barkyn são feitas com carne ou peixe fresco e têm condroprotetores para tornar o seu cão mais forte. Aprovado por mais de 50 000 cães.

Barkyn

Sobre

  • Home
  • Testemunhos
  • Veterinário
  • Alimentação
  • Blog
  • Comunidade
  • Simular

Siga-nos