Olhos vermelhos em cães: quais são as principais causas?

Saúde

Os cães, tal como os humanos, podem apresentar problemas oculares que levam a que fiquem com os “olhos vermelhos”. O “olho vermelho” é comumente associado pelos proprietários a conjuntivite. Contudo, nem todos os cães com “olho vermelho” têm apenas conjuntivite e os olhos vermelhos em cães podem ser sinal de outros problemas oftalmológicos.

Como notar o problema?

Quando nos referimos a olhos vermelhos em cães, é importante distinguir em que zona do olho é que é notada a vermelhidão:

  • Na conjuntiva: a conjuntiva, presente no interior da pálpebra superior e inferior, tem uma cor rosada. Em patologias oculares (conjuntivites e não só) esta zona pode ficar hiperémica (muito vermelha).

 

  • Na esclera: a esclera é a zona branca do olho. Em algumas patologias oculares, notamos que esta zona se encontra com os vasos sanguíneos ingurgitados.

 

  • Na câmara anterior (“zona interior do olho”): neste caso, olhamos para o patudo e vemos que o interior do olho, por trás da córnea (zona transparente do olho), está vermelho. Por vezes, em situações mais graves (como trauma ocular), podemos mesmo ver uma acumulo de sangue nesta zona.

Conseguimos notar o problema – olhos vermelhos – observando de perto o olho do patudo. Perante qualquer uma das situações é importante que o animal seja visto em consulta pelo médico-veterinário.

Quais as possíveis causas?

 

  • Conjuntivite – A conjuntivite é a inflamação da conjuntiva (zona interior das pálpebras, que se encontra muito vermelha nestes casos). Pode ter várias causas subjacentes, como infeções bacterianas ou víricas ou até causas alérgicas. É uma causa bastante comum de “olho vermelho” nos cães.

 

  • Úlcera de córnea – A úlcera de córnea em cães é uma lesão na córnea (zona transparente do olho), provoca inflamação (queratite) e podendo deixar a conjuntiva hiperémica (vermelha).

 

 

  • Glaucoma – Caracterizado pelo aumento da pressão intraocular, pode provocar “olhos vermelhos” em cães. Cães com glaucoma agudo podem apresentar os vasos oculares (episclerais e conjuntivais) bastante congestionados, conferindo ao olho um aspeto muito vermelho.

 

  • Uveíte – Caracterizada por uma inflamação da úvea (uma estrutura ocular), a uveíte pode ter diversas causas na sua origem (trauma ocular, patologias sistémicas, neoplasias oculares, etc.). Cães com uveíte podem apresentar os vasos sanguíneos oculares ingurgitados e a conjuntiva muito vermelha (hiperémica).

 

  • Trauma ocular – Qualquer trauma ocular pode provocar alterações no olho, deixando-o muitas vezes com a conjuntiva muito vermelha e até com hemorragia no interior do olho, que surge devido à lesão ocular.

Como diagnosticar e tratar?

O tratamento dos olhos vermelhos em cães vai depender da causa do problema. Através da história clínica e do exame oftalmológico e, por vezes, recorrendo a exames complementares de diagnóstico, é possível encontrar a causa por trás do sinal clínico notado pelo proprietário.

Patologias como conjuntivites bacterianas são normalmente simples de tratar, e têm uma recuperação rápida, enquanto que patologias como o glaucoma podem ter um prognóstico mais reservado (dependendo do tipo de glaucoma) e necessitam de acompanhamento contínuo.

Daniela Leal

Médica Veterinária

Planos Barkyn

Crie o seu plano personalizado Barkyn e descubra uma nova felicidade!

Começar