Barkyn Logo
  • Veterinário
  • Alimentação
  • Barkyn Portugal
BlogSaúde

Tumores malignos nos cães

Os cães também podem ter tumores malignos. É uma condição cada vez mais frequente na espécie canina, principalmente na idade sénior.

Daniela Leal

Daniela Leal

Veterinária
2 min de leitura

O melhor para o seu cão

Sabia que o seu cão pode ter uma ração à medida dele?

-15%

na 1ª encomenda
SABER MAIS
SABER MAIS

O que é um tumor maligno?

Um “tumor” ou “cancro” é uma neoplasia maligna, caracterizada por uma multiplicação anormal das células que surge por uma alteração genética. Na prática, a grande maioria das neoplasias caracteriza-se pelo aparecimento e crescimento de uma massa num tecido (pele, osso, fígado, pulmão, etc.).

Que sinais clínicos podem estar presentes?

  • Perda de peso;
  • Falta de apetite;
  • Cansaço e prostração;
  • Presença de massas;
  • Os restantes sinais clínicos dependem da localização da neoplasia (alterações respiratórias, claudicação, vómitos, diarreia, alteração no padrão urinário, etc.).

Perante a presença de qualquer um dos sinais clínicos deve consultar o médico veterinário.

Que tipos de tumores podem atingir os cães?

Existem vários tipos de tumores nos cães, tal como no ser humano. Alguns exemplos de tumores frequentes nos cães:

  • Adenocarcinoma mamário nas cadelas (atinge a cadeia mamária);
  • Osteosarcoma (atinge os ossos);
  • Linfoma mulicêntrico ou alimentar (atinge o sistema linfático ou trato digestivo, respetivamente);
  • Carcinoma hepático (atinge o fígado);
  • Hemangiosarcoma espléncico (atinge o baço);
  • Carcinoma pulmonar (atinge os pulmões).

Como é feito o diagnóstico?

Os meios complementares de diagnóstico que vão ser utilizados para diagnosticar a patologia irão depender dos sintomas e dos possíveis diagnósticos diferenciais colocados pelo médico veterinário. Análises de sangue, raio-x e ecografia são os exames mais comumente realizados.

O diagnóstico do tipo de tumor é feito por biópsia (análise de tecidos) e em alguns casos por citologia (análise das células), após recolha de uma amostra da neoplasia.

Existe quimioterapia para cães?

Sim. Dependendo do tipo de neoplasia diagnosticado, o tratamento pode passar por cirurgia e/ou quimioterapia.

A quimioterapia nos cães pode provocar efeitos secundários como falta de apetite e vómitos, contudo o pelo não cai.

Como prevenir o aparecimento de tumores malignos nos cães?       

  • Esterilizar as cadelas para diminuir a prevalência de tumores mamários;
  • Castrar os cães para diminuir a prevalência de tumores testiculares;
  • Selecionar uma alimentação de boa qualidade, pouco processada e sem componentes químicos ou aditivos;
  • Adotar um estilo de vida saudável (atividade física regular).

Veja como escolher a alimentação ideal no artigo Como identificar se dou uma boa ração ao meu cão.

Daniela Leal

Médica Veterinária de Animais de Companhia

Próximo artigo

Chevron Icon

PARTILHE SE GOSTOU!

Facebook IconTwitter IconChain Icon

O melhor para o seu cão

Alimentação saudável entregue à sua porta

A Barkyn entrega ração adaptada às necessidades do seu cão acompanhamento de um veterinário dedicado. Simule agora!

Começar agora
15%
desconto na 1ª encomenda

© Barkyn, Lda. NIF: 514259426 - Love for your dog 2021

VisaCard Icon
MasterCard Icon
PaypalFooter Icon
  • Ajuda
  • Emprego
  • Privacidade
  • Loja