Barkyn Logo
  • Veterinário
  • Alimentação
  • Barkyn Portugal
BlogSaúde

Pulgas em cães: o que fazer?

As pulgas são os parasitas externos mais comuns em cães e gatos. Especialmente nos meses quentes do ano é comum vermos estes “bichinhos” a tentar incomodar on nossos patudos.? Venha descobrir nestes artigo, tudo o que precisa de saber para controlar, tratar e prevenir as infestações por pulgas.

Helena Ferreira

Helena Ferreira

Veterinária
2 min de leitura

O melhor para o seu cão

Sabia que o seu cão pode ter uma ração à medida dele?

-15%

na 1ª encomenda
SABER MAIS
SABER MAIS

As pulgas são parasitas externos cuja cavidade oral, ou boca, está adaptada para penetrar na pele, permitindo-lhes alimentarem-se de sangue. Na maioria das vezes, as pulgas são trazidas para dentro de casa por um animal de estimação (que esteve exposto a outros animais infestados ou a um ambiente infestado). É importante eliminar rapidamente estes parasitas antes que estes completem o seu ciclo de vida e se desenvolva uma infestação.

O ciclo de vida da pulga pode demorar apenas 12 a 14 dias ou chegar a atingir 180 dias. Nas condições normais de uma casa, um ciclo de vida completo demora habitualmente 3 a 6 semanas. As pulgas adultas alimentam-se de sangue do seu animal de estimação através da picada, e uma pulga fêmea adulta pode colocar centenas de ovos em apenas alguns dias.

Como identificar a presença de pulgas no meu animal? 

O diagnóstico baseia-se na visualização directa das pulgas ou das suas fezes. Estas surgem sob forma de pontinhos negros acumulados em determinadas zonas do corpo, sobretudo na barriga e base da cauda. Contudo, às vezes apenas conseguimos distinguir os sinais clincos que as suas picadas causam- comichão.

Vai reparar que o seu cão não pára de coçar-se ou esfregar-se no chão! Os gatos podem ser mais discretos e lamberem-se exageradamente até arrancarem os próprios pêlos.

Podemos muitas vezes reparar que há “falta de pêlo”, ou Alopécia, sobretudo na zona dorso-caudal ( zona perto do rabo). Este pêlo pode apresentar-se com um aspeto de “pêlo cortado”;

Eritema (pele vermelha), crostas ou pústulas (se houver infeção secundária) normalmente são outros sinais clinicos que podem aparecer.

Como eliminar uma infestação de pulgas?

A desparasitação externa é fundamental para manter o seu cão protegido contra vários parasitas como carraças, pulgas e mosquitos, devendo esta ser especialmente  rigorosa na altura de pico destes parasitas, como é a Primavera e o Verão.

Há vários produtos no mercado à disposição dos tutores: pipetas, biscoitos, coleiras, etc com diferentes formulações e expectros de ação. No Artigo https://www.barkyn.com/blog/saude/qual-a-diferenca-entre-pipeta-e-coleira pode encontrar as diferenças entra os vários produtos. ?

Além disso é também importante para controlar uma infestação:

  • Aspirar toda a casa, principalmente os tapetes;
  • Limpeza e desinfecção dos locais onde seu patudo passa mais tempo;
  • Lavar a 60o as mantas, cama e bonecos do seu cão;
  • Uso de insecticidas ambientais tais como Bolfo® , Flee® ou BioKill®;

Em caso de insucesso deverá entrar em contato com empresa de profissionais em desinfestações para ajudar no controlo das pulgas.

Helena Ferreira

Médica veterinária de Animais de Companhia

Próximo artigo

Chevron Icon

PARTILHE SE GOSTOU!

Facebook IconTwitter IconChain Icon

O melhor para o seu cão

Alimentação saudável entregue à sua porta

A Barkyn entrega ração adaptada às necessidades do seu cão acompanhamento de um veterinário dedicado. Simule agora!

Começar agora
15%
desconto na 1ª encomenda

© Barkyn, Lda. NIF: 514259426 - Love for your dog 2021

VisaCard Icon
MasterCard Icon
PaypalFooter Icon
  • Ajuda
  • Emprego
  • Privacidade
  • Loja