Menu Icon
  • Veterinário
  • Alimentação
  • Sobre nós
  • Loja
BlogSaúde

Cálculos urinários em cães

A urolitíase é uma patologia das vias urinárias e é infelizmente, bastante comum nos cães. Neste artigo, vamos-nos focar nos cálculos vesicais, ou seja, nos cálculos que estão presentes no interior da bexiga 😊 A formação de cálculos na bexiga está associada à precipitação e à formação de cristais presentes na urina. Para ficar a conehcer mais sobre esta doença, continue a leitura 😊

3 min de leitura
Sabia que o seu cão pode ter uma ração à medida dele?

O melhor para o seu cão

Sabia que o seu cão pode ter uma ração à medida dele?

-15%

na 1ª encomenda
SABER MAIS
SABER MAIS

O que leva a que se formem estes cálculos?

A sua formação é devido a uma grande variedade de factores, entre eles:

  • Elevada concetração de sais na urina;
  • Retenção destes sais e cristais durante algum tempo no tracto urinário;
  • pH da urina que favorece a cristalização dos sais;
  • Diminuição dos inibidores naturais da formação de cristais.

A sequência de eventos a que leva à formação de cálculos ainda não está entendida a 100%. No entanto, sabemos que dietas com elevado teor proteíco e de minerais, associadas a urinas muito concentradas  – poderão contribuir para um aumento da saturação de sais.

E quais são os sinais a que devem estar atentos?

Normalmente, cães com cálculos na bexiga têm hematúria (sangue na urina), dificuldade em urinar, aumento da frequência e diminuição de volume da urina (ou seja, urinam pouca quantidade mais vezes), dor abdominal e em último caso pode haver obstrução urinária se os cálculos bloquearem o fluxo urinário – tratando-se neste caso de uma emergência médica!

Como se realiza o diagnóstico desta patologia?

Inicialmente, numa consulta Médica em que os sinais descritos sejam os que referimos acima, o seu Médico Veterinário deverá aconselhar uma análise de urina completa (incluindo urocultura para descartar infecção urinária) e poderá eventualmente realizar um exame radiográfico e/ou uma ecografia. Grande parte dos cálculos são visivéis no Raio X mas nem todos, já que vai depender da sua constituição análitica.

Os mais comuns são os cálculos de estruvite (formados por magnésio e fósforo) e a sua formação está muitas vezes dependente de infeccções urinárias, pois a acção enzimática de certas bactérias na urina leva a um aumento do pH – formando-se os cristais de estruvite (cerca de 50% de todos os cristais que poderão aparecer nos cães). Mas também existem outros cálculos – os de Oxalato de cálcio, os de urato, os de Cistina,…

E qual é o tratamento?

A não serem os cálculos de estruvite, mais nenhum pode ser dissolvido, pelo que normalmente têm de ser cirurgicamente removidos do interior da bexiga, através de Cistotomia.

A dissolução dos cálculos de estruvite é feita através de rações específicas para essas situações e prescritas pelo seu Médico Veterinário. Mas atenção, muitos cálculos de estruvite também têm de ser removidos cirurgicamente (vai depender do número e do tamanho deles).

As dietas que não são de dissolução, mas ajudam no tracto urinário – servem depois como prevenção para impedir a formação de novos cálculos.

E atenção! Esta patologia é altamente recorrente, ou seja, pode acontecer mais do que uma vez, portanto se um cão tiver sido diagnosticado uma vez com urolitíase – convém ser monitorizado regularmente com check-ups urinários para evitar uma nova formação de cálculos!

 

Ana Pinto

Médica Veterinária de Animais de Companhia

O melhor para o seu cão

Alimentação saudável entregue à sua porta

A Barkyn entrega ração adaptada às necessidades do seu cão acompanhamento de um veterinário dedicado. Simule agora!

Começar agora
15%
desconto na 1ª encomenda
Alimentação saudável entregue à sua porta

© Barkyn, Lda. NIF: 514259426 - Love for your dog 2021

VisaCard Icon
MasterCard Icon
PaypalFooter Icon
  • Ajuda
  • Emprego
  • Privacidade
  • Loja