Quando devo dar o primeiro banho ao meu cão?

Numa fase inicial os cachorros têm um cheiro característico, considerado pela maioria das pessoas, agradável. No entanto, o facto de serem desastrados e, diversas vezes, pisarem as fezes e a urina, fazem com que o animal comece a ganhar um odor desagradável. No caso de cachorros abandonados, podem chegar a nossa casa já com um cheiro incomodativo.

No entanto, os cachorros são seres bastante frágeis e com baixa capacidade de termorregulação, ou seja, de regular a temperatura corporal. Além disso, o banho constitui sempre um evento stressante, que pode contribuir para a diminuição da imunidade do animal e predispô-lo a contrair infeções.

Até ao primeiro banho, se notar que o seu animal tem um odor desagradável, poderá utilizar toalhitas descartáveis, próprias para cães, bem como champô seco, para conseguir limpar o pelo e eliminar os maus odores.

O primeiro banho só deve ser dado cerca de 1 a 2 semanas após o fim do protocolo vacinal das doenças infeciosas (o que acontece por volta das 16 semanas de idade), precisamente devido à baixa de imunidade que este procedimento pode causar.

Para dar banho ao seu animal de companhia deve sempre escolher um local abrigado (preferencialmente a casa de banho) para evitar correntes de ar que possam prejudicar o seu animal. Deve utilizar água morna e um champô indicado para cães, de alta qualidade, para não criar reações na pele. Durante todo o processo é importante que tenha biscoitos por perto para recompensar o seu animal sempre que este esteja calmo e colabore para que ele memorize toda a experiência como algo positivo.

Após o banho pode aproveitar para escovar e retirar todo o pelo morto e secar a pele. O processo de secagem é o mais importante. Caso o pelo e a pele do seu animal fique mal seco ele vai rapidamente adquirir um odor desagradável rapidamente e propicia o desenvolvimento de dermatites. Assim sendo, deve utilizar uma toalha para absorver o excesso de água, compressas macias para limpar o interior das orelhas (importantíssimo para evitar otites) e depois, idealmente, utilizar um secador para deixar o pelo bem seco. Esta fase é a mais complicada para o seu cachorro devido ao barulho associado. É aqui que os biscoitos são especialmente importantes para que ele associe o processo de secagem à recompensa e seja cada vez mais fácil de o fazer.

Se não for feito adequadamente, o banho pode tornar-se um evento traumatizante e há animais que têm fobia a este momento! Assim sendo, lembre-se sempre de tornar esta experiência agradável para o seu cachorro e aproveite, pois regra geral, são momentos divertidos para ambos. 😊

 

Ana Cláudia Gonçalves

Médica Veterinária de Animais de Companhia

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *