O meu cão tem a barriga inchada: principais causas

Quais as principais causas?

Existem inúmeras causas para que o abdómen de um cão esteja inchado. O seu aumento de volume pode ser crónico ou agudo. Nos casos crónicos, este processo é mais lento e gradual. Verá, ao longo de várias semanas, a barriga a inchar. Pode não ter impacto imediato na saúde do seu animal. Ou seja, ele não manifestará nenhum tipo de sinal clínico imediato, pois o seu organismo consegue adaptar-se à alteração ao longo do tempo. No caso dos processos agudos, além do repentino inchaço da barriga do seu patudo, verá que clinicamente ele não se encontra bem. Poderá deixar de comer, estar muito mais parado, etc. Normalmente, tratam-se de situações que requerem intervenção médica imediata.

Causas “crónicas”

 

  • Se o seu patudo é uma fêmea não castrada e se há a possibilidade de ter estado junto a um patudo macho, a principal causa para a sua barriga inchada poderá ser uma gravidez! O seu abdómen tem tendência a aumentar gradualmente, devido ao aumento do útero que aloja os bebés. Isto nota-se, principalmente, no segundo mês de gestação.

 

  • A acumulação de gordura no corpo do seu patudo vai também fazer com que ele pareça mais inchado. Efetivamente, a obesidade é um problema bastante atual, o qual não devemos descurar. Adaptar a quantidade de ração diária que o animal pode comer e promover o exercício físico, são a melhor forma de prevenir esta situação.

 

  • Redução do tónus muscular do abdómen relacionado com uma patologia hormonal (hiperadrenocorticismo). A parede muscular fica mais fina e frágil, o que juntamente com o aumento de órgãos internos, leva à dilatação abdominal.

 

  • A infestação por parasitas intestinais, principalmente em cachorros que ainda não fizeram o protocolo de desparasitação, é uma causa a ser considerada.

Causas “agudas”

 

  • Se o seu cão não urina há algum tempo, porque ainda não o levou a passear, é normal que a região mais caudal do abdómen onde se encontra a bexiga, possa, transitoriamente, parecer mais inchada.  O mesmo acontece se ele acabou de comer. O seu abdómen mais cranial, principalmente à esquerda, poderá estar mais inchado devido ao aumento do estomago. Estas duas situações são normais em todos os animais. Apenas estão aqui incluídas devido ao seu surgimento agudo, em pouco tempo.

 

  • Podemos falar, no entanto, do aumento do volume abdominal devido ao aumento de órgãos que, neste caso, serão situações patológicas e que requerem ação imediata. De referir:

1- Dilatação e/ou torsão gástrica: acontece em cães de raça grande. O seu estomago dilata em excesso devido à acumulação de gás, podendo mesmo torcer sobre si mesmo.

2- Aumento do tamanho do fígado ou do baço, secundário a várias patologias.

3- Aumento do tamanho da bexiga, mas neste caso, devido a processos obstrutivos.

4- Acumulação de fluídos dentro da cavidade abdominal, por exemplo em caso de hemorragias agudas, rutura de órgãos como a bexiga ou a vesicula biliar, ou em caso de patologias cardíacas que, consequentemente, levam ao aparecimento de líquido no abdómen.

5- Neoplasias abdominais que causam um efeito massa e ocupam espaço da cavidade abdominal. Estas massas podem ainda ruturar, levando a hemorragias internas.

 

A maioria destas situações requer intervenção médico veterinária, por isso não hesite em contactar o seu Médico Veterinário para que ele possa intervir o mais rápido possível.

 

Ana Alves

Médica Veterinária

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *