Desenvolvimento dos cachorros e cuidados a ter com eles

Do nascimento até às 4 semanas de vida

Nas duas primeiras semanas de vida, os cachorros estão completamente dependentes da sua mãe, sendo esta a responsável por lhes proporcionar alimento e calor, e por mantê-los limpos. A principal atividade dos cachorros nesta fase é dormir, acordando apenas para mamar, aproximadamente a cada 3 horas. A mãe, por sua vez, passa grande parte do seu tempo a lamber os seus filhotes, para que estes se mantenham limpos e para estimular a sua eliminação. Na ausência da mãe, o tutor deve estimular a região urogenital com uma compressa humedecida para que o cachorro consiga urinar e defecar. Em situações nas quais a mamã não esteja a amamentar ou em ninhadas com muitos cachorros, é recomendável que o dono alimente os cachorrinhos com leite de substituição específico para cães.

A partir das 2 semanas de vida, os cachorros já têm os olhos abertos e já ouvem melhor, estando mais atentos ao mundo em seu redor e interagindo mais com os seus irmãos e com a sua mãe. Nesta fase, é importante que sejam todos desparasitados internamente (mamã e filhotes). A desparasitação interna deve ser repetida a cada 15 dias até os cachorros terem 3 meses.

Das 4 às 8 semanas de vida

Durante esta etapa, a mãe começa a passar períodos mais prolongados fora do ninho, aumentando-os progressivamente, o que coincide com o desmame, que ocorre por volta das 6 semanas. Nesta fase, é importante oferecer aos cachorros ração especifica para a sua idade para que se comecem a adaptar, podendo esta alimentação ser intercalada com o leite materno durante a fase de desmame.

É importante referir que a partir das 6 semanas, já pode ser iniciado o protocolo vacinal nos cachorros, essencial na prevenção de várias doenças infecto contagiosas.

A partir das 8 semanas

Nesta fase, os cachorros são autónomos relativamente à alimentação, regulação da temperatura e eliminação. É nesta altura que estão mais permeáveis para o reconhecimento e aceitação das várias espécies, assim como de diferentes estímulos visuais e sonoros. É importante investir numa correta socialização do cachorro, para que cresça e se torne um adulto tranquilo e saudável. Aproveite esta fase para intercalar brincadeiras com treinos de obediência e siga as indicações do médico veterinário habitual no que diz respeito ao protocolo de vacinas e desparasitações.

O seu pequenote vai crescer num abrir e fechar de olhos, por isso, não hesite em desfrutar desta fase maravilhosa com ele.

 

Sara Alves

Médica Veterinária de Animais de Companhia

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *