O meu cão fica agressivo com comida: como corrigir o comportamento?

Treino

A luta pela alimentação faz parte da lei da sobrevivência. Sentindo-se ameaçados, os cães podem tentar protegê-la tornando-se agressivos. É muito comum principalmente se o animal tiver partilhado anteriormente um espaço com outro em que tenha que dividir a comida ou se tiver sofrido maus tratos.

Há animais que valorizam a comida de tal forma que sentem necessidade de a proteger. Deve-se também descartar possíveis dores junto do médico veterinário.

Qual é o nível de agressividade do meu cão?

Devemos perceber em que nível de agressividade o animal se encontra para adotar o melhor plano de treino.

  • No nível mais baixo, o animal dá diversos sinais desde orelhas para trás, olhar de lado, parar de comer e ficar com postura mais tensa ou até mesmo comer mais rápido. Neste nível ele já nos está a dar informações de que não está confortável com a nossa presença e devemos começar a trabalhar de imediato para que a situação não piore!
    Se nenhum dos sinais descritos anteriormente resultar, o cão pode rosnar e/ou mostrar os dentes. NUNCA devemos repreender quando isto acontece. Ele está avisar-nos de que se sente ameaçado, que algo não está bem e devemos respeitá-lo. Se não o respeitarmos, o nível de agressividade aumenta e pode tentar morder ou morder no ar.
  • O nível mais grave é quando ele não dá avisos e parte para a mordida.

Como trabalhar este comportamento?

  • Ter rotinas de alimentação.
  • Não interferir nas refeições do animal.
  • Se tiver mais do que um animal, as refeições de cada um devem ser em taças e locais diferentes.

Para além disto, quando o nível de agressividade já é elevado, devemos proceder à dessensibilização do cão, ou seja, associar pessoas ou outros animais a algo positivo quando se alimenta. Procure ajuda de um treinador certificado!

Helena Alves

Treinadora Canina

Planos Barkyn

Crie o seu plano personalizado Barkyn e descubra uma nova felicidade!

Começar