Novo cão em casa? 5 dicas para uma adaptação mais rápida.

Treino

Ter um novo cão em casa é das fases mais felizes e desafiantes da vida de um tutor, mas a adaptação nem sempre é fácil.

cão

1.    Recolher o máximo de informações antes de o ir buscar

Antes de comprar ou adotar um novo cão, deve certificar-se que estudou bem a raça e o seu passado. Assim, irá perceber se é o cão mais adequado para si e para as condições que lhe pode oferecer. Depois de escolhido, deve informar-se acerca do histórico de saúde do mesmo (que doenças teve/ tem), do seu plano vacinal (que vacinas fez e quando precisa de repetir), do seu esquema de desparasitações e dos seus hábitos alimentares (saber qual a ração que está a fazer).

 

2.    Preparar a casa para a sua chegada

Antes do cão chegar, procure ter todas as condições de que ele precisa para os primeiros tempos. Prepare um local para ele dormir e uma zona separada para as refeições. Se for um cachorro, precisará também de uma zona onde ele possa fazer as necessidades até completar a primovacinação e poder vir à rua para as fazer. Compre também alguns brinquedos, adaptados ao seu tamanho e idade, que irão promover interações positivas entre os dois e serão importantes no treino e maneio do seu comportamento. Tenha uma ração de qualidade disponível para lhe dar (se não for a mesma que ele fazia, não se esqueça de ter parte da anterior para misturar e fazer uma transição gradual).

 

3.     Marcar uma primeira consulta no médico veterinário

Esta primeira consulta será muito importante para que o seu novo cão seja avaliado e assim possa saber se está tudo bem com ele. É também a altura em que será delineado o seu plano profilático (vacinas e desparasitações) e onde poderá fazer questões acerca de saúde, comportamento e nutrição.

 

4.     Introduzir de forma gradual aos restantes “co-habitantes”

Nesta fase o cão além das mudanças de espaço e de rotinas, também terá que aprender a partilhar o espaço com outras pessoas e/ou animais. Evite forçar o primeiro contacto, promovendo um conhecimento mútuo natural para evitar conflitos.

 

5.     Educar segundo o reforço positivo

É normal que o cão faça “asneiras” nos primeiros tempos em casa, seja cachorro ou não. A forma como lida com isso é que determinará o sucesso da sua educação. Atualmente sabe-se que a melhor forma de educar/ treinar um cão é através do reforço positivo. Por exemplo, não deverá recriminá-lo ou castigá-lo se ele fizer as necessidades fora do sítio, pois isso só fará com que ele comece a fazer em sítios escondidos da casa. Deverá sim, premiar sempre que ele faça no sítio correto.

 

Se está a ler este texto e tem um novo membro da família em casa, parabéns e boa sorte!

 

Tomás Magalhães

Médico Veterinário

Planos Barkyn

Crie o seu plano personalizado Barkyn e descubra uma nova felicidade!

Começar