• Home
  • SobreChevron Icon
    • Testemunhos
    • Veterinário
    • Alimentação
  • Blog
  • Comunidade
  • Simular
BlogTreino

Como entreter o seu cão dentro de casa

Treino

Sem grandes compromissos ou preocupações, de índole pessoal ou profissional, os cães têm muito tempo livre. Cabe aos tutores arranjar formas de gerir esse tempo, de forma a criar cães felizes e equilibrados. Saiba neste artigo como pode entreter o seu cão em casa.

Porque é que é importante um cão estar entretido?

É muito importante que o cão tenha vários tipos de entretenimento no seu dia-a-dia, de forma a que seja estimulado física e mentalmente.  Desta forma, conseguimos garantir a sua atividade, bem como uma boa gestão da sua energia.

Entreter um cão é fundamental nas várias etapas da vida. Em cachorro para que esteja focado nas brincadeiras permitidas e evite que se sinta “aborrecido” e comece a fazer “asneiras”. Em adulto, para que mantenha a sua atividade indoor quando, devido a fatores como a disponibilidade do tutor ou o clima, não seja possível reservar muito tempo para desgastar energia outdoor. Em sénior para, particularmente, promover-se a estimulação mental, trazendo benefícios no que diz respeito à prevenção e/ou atraso no desenvolvimento de síndromes como a disfunção cognitiva.

O que posso fazer para o entreter?

Existem várias formas de entreter um cão dentro de casa, recorrendo a:

  • Brinquedos tipo Kong – feitos de material resistente e duradouro, permitem colocar comida no seu interior (desde biscoitos a alimentos caseiros), mantendo o cão entretido, que não “descansa” até os conseguir comer.
  • Bolas e cordas – dois dos tipos de brinquedo mais apreciados pelos cães. Contudo, carecem, na maior parte das vezes, da interação com o tutor.
  • Ossossintéticos ou mais naturais, prometem várias horas de distração. Devem ser escolhidos de acordo com o tamanho do cão e devem ser resistentes para evitar a sua fácil desintegração. Têm a vantagem de ajudar também na higiene oral.
  • Peluches – alguns cães entretém-se várias horas com um peluche na boca, transportando-o pela casa toda. Mas atenção, se ele for destruidor, pode expor o interior em algodão e, eventualmente, se não se tiver cuidado, ingeri-lo, o que pode criar um problema no trato gastrointestinal.
  • Jogos de estimulação cognitiva – existem vários produtos disponíveis no mercado para estimular a capacidade cognitiva do cão, recorrendo a jogos tipo “labirinto”, de memória ou de identificação táctil.
  • Televisão – já existe, pelo menos, um canal televisivo dedicado aos nossos cães, recorrendo a estímulos sonoros e visuais para manter a sua atenção. Também poderão ser utilizados vídeos do youtube para o efeito.

Um cão entretido, é um cão mais feliz?

Sim, a estimulação física e mental de um cão é muito importante para o desenvolvimento de um temperamento mais seguro, confiante e equilibrado. Além disso, é um fator determinante para controlo de problemas comportamentais tais como a ansiedade (de que se destaca a ansiedade por separação quando o tutor está ausente) e de prevenção e maneio de doenças como a obesidade e a disfunção cognitiva.

Tomás Magalhães     

Médico Veterinário

PARTILHE SE GOSTOU!

Facebook IconTwitter Icon

Aprenda mais sobre o seu cão

A Barkyn entrega ração adaptada e acompanhamento constante de um veterinário dedicado. Simule para si!

plans

Formuladas por veterinários, as rações Barkyn são feitas com carne ou peixe fresco e têm condroprotetores para tornar o seu cão mais forte. Aprovado por mais de 50 000 cães.

Barkyn

Sobre

  • Home
  • Testemunhos
  • Veterinário
  • Alimentação
  • Blog
  • Comunidade
  • Simular

Siga-nos