Barkyn Logo
  • Veterinário
  • Alimentação
  • Barkyn Portugal
BlogTreino

Ensinar o seu cão a andar à trela

Os primeiros passeios na rua com trela podem ser um desafio. Conheça algumas técnicas que facilitam a aprendizagem e habituação do cão à trela, aqui.

Inês Barros

Inês Barros

Veterinária
3 min de leitura

O melhor para o seu cão

Sabia que o seu cão pode ter uma ração à medida dele?

-15%

na 1ª encomenda
SABER MAIS
SABER MAIS

Quando os nossos cães iniciam os seus passeios na rua é natural que manifestem algum desconforto e relutância ao uso da trela. Este comportamento pode ser desafiante e frustrante para o tutor, mas nunca deverá desistir de ensinar o seu patudo e habituá-lo ao uso deste elemento essencial para as idas ao exterior!

Por onde devo começar?

Antes de começar a levar o seu cão à rua deve, em casa, colocar a coleira ou peitoral aos quais vai prender a trela. Desta forma, o cão vai-se habituando gradualmente à presença deste novo elemento, percebendo que é normal o seu contacto direto com o seu corpo. Inicialmente deixe por curtos períodos de tempo e vá aumentando a duração da sua utilização, recompensando sempre o patudo quando este tolerar bem a sua presença (com comida, carinhos, palavras de incentivo). A seguir pode também começar a pôr a trela em casa, ainda sem a segurar, para que também se habitue aos poucos a este acessório. Depois do cão se habituar à presença da coleira/peitoral e trela, se tiver um pátio, jardim ou mesmo dentro de casa, pode começar aos poucos a passeá-lo com a trela. Estes “passeios” devem ser sempre por curtos períodos de tempo e recorrendo ao reforço positivo, para que o cão associe o andar de trela a uma emoção positiva. Ajuda se fizer estes treinos antes das refeições, uma vez que, estando o cão com fome,  será mais fácil recompensar com um snack ou um grão de ração.

Devo optar por que tipo de trela e coleira?

Os peitorais são, regra geral, mais indicados para a maioria dos cães. Estes permitem uma maior base de sustentação durante o passeio, uma vez que o peso é distribuído por uma área maior. Se o cão puxar, a força não é exercida diretamente no pescoço do cão (na região da traqueia), sendo mais confortável, especialmente nos cães de raça braquicefálica ou que tenham uma maior predisposição para problemas na traqueia. Em relação à trela, é preferível uma que seja “fixa” em comparação com as extensíveis e não deve ser muito comprida.

Como vai ser quando iniciar os passeios na rua?

Ao contrário dos passeios em casa e em ambiente controlado, na rua existem muitos estímulos que vão distrair o seu cão, nomeadamente outros animais ou pessoas, ruído dos carros e todos os odores que vai sentindo pelos locais onde passa. Se o cão tiver sido bem socializado desde cedo, vai estar mais habituado a todos estes estímulos, mas serão sempre fontes de distração no momento do passeio. Assim sendo, os primeiros passeios com trela devem ser feitos, de preferência, em zonas mais sossegadas e por um período de tempo curto. À medida que se for habituando à trela e, mais uma vez, reforçando sempre o comportamento desejado, pode começar a ir para zonas mais movimentadas.

Pronto para tentar?

Bons passeios! 🙂

Inês Millet Barros

Médica Veterinária 

Próximo artigo

Chevron Icon

PARTILHE SE GOSTOU!

Facebook IconTwitter IconChain Icon

O melhor para o seu cão

Alimentação saudável entregue à sua porta

A Barkyn entrega ração adaptada às necessidades do seu cão acompanhamento de um veterinário dedicado. Simule agora!

Começar agora
15%
desconto na 1ª encomenda

© Barkyn, Lda. NIF: 514259426 - Love for your dog 2021

VisaCard Icon
MasterCard Icon
PaypalFooter Icon
  • Ajuda
  • Emprego
  • Privacidade
  • Loja