Zoonoses – Doenças transmitidas entre cães e pessoas

Saúde

Existem doenças que são comuns a cães e pessoas, e podem ser transmitidas entre ambas as espécies. As doenças transmitidas entre espécies são chamadas zoonoses.

cão

Como ocorre a transmissão?

A transmissão das doenças ocorre através de diferentes vias, conforme a doença em questão.
As vias respiratória, urogenital, orofecal, através de exsudados, mordidas ou vetores (como carraças ou mosquitos) são as vias de transmissão mais comuns.

A transmissão é apenas de cães para humanos?

Não. Os humanos também podem transmitir as doenças aos cães. Os sinais clínicos podem ser muito semelhantes entre as duas espécies.

Portanto, sempre que exista um diagnóstico de uma das doenças a seguir mencionadas, o contacto entre pessoas e cães deve ser feito com muito cuidado.

 

Quais as principais zoonoses e qual a apresentação clínica das mesmas nos animais?

  • Parasitoses gastrointestinais (céstodes e nemátodes): Causadas por parasitas que causam doenças gastrointestinais, comumente conhecidos como “lombrigas”. Causam diarreia e vómitos e são mais frequentes em cães jovens. Transmitem-se por via orofecal;
  • Raiva: Doença vírica, cuja proteção vacinal dos animais é obrigatória por lei, que causa alterações neurológicas que culminam na morte. A raiva está extinta em Portugal já há alguns anos. Transmite-se através da mordedura de cães;
  • Tosse do canil: Doença respiratória nos cães, que se assemelha à “constipação humana” (alguns estudos demonstram a presença das mesmas bactérias e vírus nas duas
    doenças, sugerindo que possa haver contágio entre cães e humanos). Nos cães os sinais clínicos cursam essencialmente com tosse seca e a via de transmissão é respiratória;
  • Leptospirose: Doença bacteriana que provoca dano a nível renal. Nos cães causa sinais clínicos diversos (febre, vómitos, aumento da quantidade de urina, prostração). É transmitida através da urina e há grande prevalência da doença em ratos (que podem transmitir igualmente a doença). A vacina contra a leptospirose em cães faz parte do protocolo de vacinação anual;
  • Dermatofitoses (tinha): Doença fúngica dermatológica, que causa alopécias (peladas) circulares. Nas pessoas causa prurido intenso (comichão). Pode transmitir-se através do contacto com as lesões;
  • Hemoparasitas transmitidos por carraças: Doenças parasitárias sanguíneas, que cursam com sinais clínicos variáveis (febre, anorexia, sinais gastrointestinais, anemia).

Poderá consultar mais informação sobre outras doenças como Raiva, Tosse do Canil e a Leptospirose. Conheça também o Plano vacinal para cachorros e verifique se o seu cão está protegido.

Daniela Leal
Médica Veterinária de Animais de Companhia

Planos Barkyn

Crie o seu plano personalizado Barkyn e descubra uma nova felicidade!

Começar