Comece o seu plano com 10% de desconto em todas as entregas!

  • Veterinário
  • Alimentação
  • Sobre nós
  • Loja
EntrarRegistar
BlogSaúde

Plano de vacinas para cães

As vacinas para cães têm como objetivo estimular a imunidade do animal contra alguns dos principais agentes infeciosos.

Joana Silva

Joana Silva

Veterinária
4 min de leitura
Simule uma comida personalizada e anti-doenças para o seu cão

O melhor para o seu cão

Simule uma comida personalizada e anti-doenças para o seu cão

SIMULAR
SIMULAR

As vacinas para cães são importantes na prevenção de várias doenças! O ato vacinal deve estar sempre associado a uma consulta médico-veterinária, para se descartarem patologias ou alterações de saúde, e garantir que o patudo se encontra saudável. É contra-indicado vacinar animais doentes! Normalmente nesta consulta são revistos os protocolos de desparasitação interna e externa do seu melhor amigo.

A partir de que idade os cães podem ser vacinados?

O protocolo vacinal dos cachorros pode ter início às 6 semanas de idade, com uma vacina específica contra o vírus da parvovirose e/ou o da esgana. Contudo, a maioria dos cães inicia o plano regular de vacinação às 8 semanas de idade.

Contra que doenças protegem as vacinas para cães?

Às 8 semanas de idade, a vacina que os patudos recebem confere imunidade contra a esgana, parvovirose, hepatite infeciosa canina, parainfluenza e leptospirose. É a chamada “vacina das doenças infeciosas“. Ela deve ser repetida em duas doses de reforço, uma às 3-4 e outra às 7-8 semanas, após a primeira toma. É importante que os cachorros terminem esta vacinação às 16 semanas de idade ou posteriormente, de forma a garantir o máximo de imunidade.

E a vacina contra a Raiva?

A vacina da raiva é obrigatória por lei. Deve ser dada entre os 3 e os 6 meses de idade e não necessita de reforço imediato como acontece com as outras vacinas. Para que o Médico Veterinário aplique a vacina da raiva o animal deve ter microchip.

Qual é o plano de vacinação para cães?

Terminado o protocolo inicial de cachorro, a vacina das doenças infeciosas deve ser repetida aos 12 meses e depois de forma anual ou trianual, mediante a indicação do Médico Veterinário.

A vacina da raiva deve ser reforçada anualmente ou cada 3 anos, dependendo da farmacêutica que a fabricou e das indicações médicas.

Fica muito dispendioso vacinar o meu cão?

O valor da vacinação depende sempre da tabela usada no centro de atendimento médico-veterinário, consultório ou hospital veterinário. A vacinação antirrábica é a única que pode ser feita no Centro de Recolha Oficial do município estando o preço fixado por lei em 2021 em 10€. Este valor aumenta caso seja emitido boletim sanitário ou seja colocado microchip. Já a vacinação das doenças infeciosas consegue encontrar por valores a partir dos 25€.

Vacinas de cães que não são dadas por rotina – em que situações devem ser utilizadas?

  • Leishmaniose: A vacina confere algum grau de proteção contra a leishmaniose e deve ser pensada em animais de risco. A leishmaniose está distribuída principalmente pelas zonas de Trás-os-Montes e Alto Douro, Alentejo, Lisboa e Algarve, mas encontram-se casos em todo o território português. Pode ser administrada em animais a partir dos 6 meses de idade. Existem duas vacinas disponíveis: uma é dada em 3 doses e posteriormente repetida anualmente numa dose única, a outra tem uma única dose anual desde o início.
  • Tosse do canil: Importante ser administrada em cães que vão passar uma estadia num hotel para animais. Existe na forma de: vacina intra-nasal ou injetável. A primeira é administrada como uma única dose, reforçada depois anualmente. Já a vacina injetável requer reforço mensal. Ambas podem ser administradas a partir das 8 semanas de idade.

Os cães adultos podem ser vacinados pela primeira vez?

Apesar de ser recomendado que o plano vacinal seja iniciado enquanto é ainda um cachorro, a vacinação pode ser iniciada num cão de qualquer idade.

Os animais são vacinados desde cedo para ser garantida proteção nos primeiros meses de vida, quando a sua imunidade ainda é bastante deficiente e precisa de ser estimulada. Contudo, não é impeditivo vacinar cães mais velhos pela primeira vez e está recomendado fazê-lo.

Num cão adulto podemos ter duas situações:

  • Não sabemos se foi alguma vez vacinado
  • Sabemos que foi corretamente vacinado enquanto cachorro, mas não respeitou os reforços anuais

Em ambos os casos, as guidelines mais recentes de vacinação esclarecem que é suficiente fazer apenas uma vacina, ou seja não haver necessidade de reforço passadas 3 a 4 semanas, no entanto devem ser seguidas as recomendações do laboratório que produz a vacina e também do Médico Veterinário que irá administrá-la.

A vacinação atualizada, juntamente com cuidados de higiene regulares e alimentação de boa qualidade, são essenciais para aumentar a esperança média de vida dos nossos melhores amigos de 4 patas! 🙂

Ajudamos a criar a receita ideal para o seu cão aqui.

Ana Matias
Médica Veterinária 

O melhor para o seu cão

Comida natural, entregue à sua porta

Uma receita desenvolvida por uma equipa de mais de 30 veterinários para responder às necessidades únicas do seu cão.

COMEÇAR AGORA
10%
desconto na 1a encomenda
Comida natural, entregue à sua porta

© Barkyn, Lda. NIF: 514259426 - Love for your dog 2021

VisaCard Icon
MasterCard Icon
  • Ajuda
  • Emprego
  • Privacidade
  • Loja