• Home
  • SobreChevron Icon
    • Testemunhos
    • Veterinário
    • Alimentação
  • Blog
  • Comunidade
  • Simular
BlogOs mais populares

Plano de vacinação para cachorros

Os mais populares

A vacinação tem como objetivo estimular a imunidade de cada animal contra alguns dos principais agentes infeciosos.

Deve ser feita uma consulta de rotina pelo veterinário antes da vacinação para garantir que o animal se encontra saudável. Está contra-indicado vacinar animais doentes, principalmente aqueles que se encontram a combater uma virose ou uma infeção bacteriana.

 

Plano de vacinação para cães

Os cães podem ser vacinados a partir das 6 semanas de idade, contra 2 das principais doenças que afetam os cachorros: esgana e parvovirose. A partir das 8 semanas de idade já podem ser vacinados contra a parainfluenza, hepatite infeciosa e leptospirose.

A primovacinação após ser iniciada deve ser repetida mensalmente até às 16 semanas ou para além destas, para que seja garantida a imunidade de pelo menos um ano.

 

Vacina da Raiva

A vacina da raiva é obrigatória por lei. Deve ser dada a partir dos 3-6 meses de idade, e não necessita de reforço. Para que o veterinário aplique a vacina da raiva o animal deve ter microchip. A maioria dos veterinários ainda recomenda a vacinação anual da raiva, contudo alguns laboratórios produzem vacinas da raiva que são comercializadas e possuem a duração de 3 anos. Informe-se com o seu veterinário.

 

Vacinação de rotina

Para além da vacina que confere proteção contra a Raiva, o veterinário normalmente vacina o animal contra:

  • Parvovirose
  • Esgana
  • Parainfluenza
  • Hepatite infeciosa
  • Leptospirose

A proteção do cão contra este último agente infecioso é de especial importância uma vez que a leptospirose é uma doença que pode ser transmitida para os humanos. A revacinação (após a primovacinação) é feita todos os anos, uma vez por ano. À semelhança da vacina da raiva, também já existem em alguns laboratórios vacinas contra alguns dos agentes infeciosos referidos que têm a duração de 3 anos. Informe-se com o seu veterinário.

 

Vacinas que não são dadas por rotina – em que situações devem ser utilizadas?

Leishmaniose: A vacina confere algum grau de proteção contra a leishmaniose e deve ser pensada em animais de risco. A leishmaniose está distribuída principalmente pelas zonas de Trás-os-Montes e Alto Douro, Alentejo, Lisboa e Algarve. Pode ser administrada em animais a partir dos 6 meses de idade. É dada em 3 doses e posteriormente repetida anualmente numa dose única.

Tosse do canil: Importante ser administrada em cães que vão passar uma estadia num hotel para animais. Existe em forma de: vacina intranasal, em dose única, que deve ser repetida anualmente; vacina injetável, em duas doses, que deve ser repetida anualmente. Ambas podem ser administradas a partir das 8 semanas de idade.

 

Cão adulto – Pode ser vacinado pela primeira vez?

A vacinação pode ser iniciada num cão de qualquer idade. Os animais são vacinados desde cedo para ser garantida proteção nos primeiros meses de vida, quando a sua imunidade ainda é bastante deficiente e precisa de ser estimulada. Contudo, não é impeditivo vacinar cães mais velhos pela primeira vez e está recomendado fazê-lo. Quando os cães já adultos são vacinados pela primeira vez, deve ser dada a vacina e o reforço vacinal passado um mês para garantir uma boa imunidade vacinal durante um ano.

Daniela Leal
Médica Veterinária de Animais de Companhia

PARTILHE SE GOSTOU!

Facebook IconTwitter Icon

Aprenda mais sobre o seu cão

A Barkyn entrega ração adaptada e acompanhamento constante de um veterinário dedicado. Simule para si!

plans

Formuladas por veterinários, as rações Barkyn são feitas com carne ou peixe fresco e têm condroprotetores para tornar o seu cão mais forte. Aprovado por mais de 50 000 cães.

Barkyn

Sobre

  • Home
  • Testemunhos
  • Veterinário
  • Alimentação
  • Blog
  • Comunidade
  • Simular

Siga-nos