Barkyn Logo
  • Veterinário
  • Alimentação
  • Barkyn Portugal
BlogSaúde

Como identificar picadas de pulga

A pulga é o parasita mais frequente, tanto no cão como no gato. Por serem pequenas e difíceis de ver, podem passar despercebidas e provocar bastantes problemas! Fique atento e aprenda a identificar a sua presença.

Ana Matias

Ana Matias

Veterinária
3 min de leitura

O melhor para o seu cão

Sabia que o seu cão pode ter uma ração à medida dele?

-15%

na 1ª encomenda
SABER MAIS
SABER MAIS

As pulgas são parasitas externos cuja boca está adaptada para penetrar na pele, permitindo-lhes alimentarem-se de sangue. Têm uma capacidade reprodutiva fantástica, conseguindo produzir mais de uma centena de ovos por dia, que se convertem em larvas rapidamente. Quando as pulgas evoluem do seu estado larvar, saltam para o patudo e picam-no de imediato! O resultado desta picada é o aparecimento de um inchaço vermelho (semelhante à picada de um mosquito) e de uma comichão intensa!

Como identificar a presença de pulgas no meu animal? 

O diagnóstico baseia-se na visualização direta das pulgas ou das suas fezes. Estas surgem sob forma de “caspa negra” – pontinhos negros acumulados em determinadas zonas do corpo, sobretudo na barriga e base da cauda. Para os encontrar basta levantar o pêlo dos seus animais no sentido contrário ao seu crescimento. Contudo, nem sempre conseguimos visualizar algo que indique a presença de pulgas. Nesses casos devemos considerar outros fatores que podem ajudar a identificar o problema:

– Imediato e Indolor: a picada de pulga é sentida de imediato, pois ela pica mais do que uma vez no mesmo sitio, mas não há dor inicial. É a comichão que ela desencadeia que causa desconforto ao animal. Vai reparar que o seu cão não pára de coçar-se ou esfregar-se no chão! Os gatos podem ser mais discretos e lamberem-se exageradamente até arrancarem os próprios pêlos.

– Localização: pulgas preferem as patas, a barriguinha e a base da cauda dos patudos!

Quais os riscos?

Além de serem uma fonte de desconforto e mau-estar para os nossos animais, as pulgas são também uma das principais causas de doenças de pele! Aliado a isto, realça-se o facto de transmitirem doenças graves, como vírus, bactérias ou até mesmo outros parasitas. As nossas crianças estão também mais expostas, sobretudo quando brincam no chão e tendem a ser mais sensíveis às picadas do que os adultos.

Quando devo estar mais atento?

Os problemas com as pulgas tendem a ser mais frequentes no Verão, estação em que a população de pulgas é maior. Contudo, não é impossível que surjam noutra altura do ano. Devemos estar sempre alerta!!

Como eliminar a presença de pulgas?

Existem variados produtos adequados e eficazes no controlo das pulgas, mas é importante ter noção que apenas 5% da infestação está nos nossos animais, estando os restantes no ambiente que os rodeia, sob a forma invisível de ovos e larvas! Assim, deve consultar o seu Médico-Veterinário se suspeita da presença destes parasitas, de modo a aconselhar-se sobre as medidas necessárias para a sua eliminação.

Ana Matias

Médica Veterinária

Próximo artigo

Chevron Icon

PARTILHE SE GOSTOU!

Facebook IconTwitter IconChain Icon

O melhor para o seu cão

Alimentação saudável entregue à sua porta

A Barkyn entrega ração adaptada às necessidades do seu cão acompanhamento de um veterinário dedicado. Simule agora!

Começar agora
15%
desconto na 1ª encomenda

© Barkyn, Lda. NIF: 514259426 - Love for your dog 2021

VisaCard Icon
MasterCard Icon
PaypalFooter Icon
  • Ajuda
  • Emprego
  • Privacidade
  • Loja