Papilomatose Canina – o que é?

Saúde

É uma doença de carácter neoplásico – tumores do epitélio benignos provocados por um vírus do género Papilomavírus.

cão

Como se transmite a Papilomatose Canina?

Pelo contacto direto ou indireto (saliva ou sangue) entre cães. Não é transmissível ao ser humano nem a outras espécies. Sem tendência de raça ou sexo, no entanto animais imunodeprimidos e jovens têm maior risco de desenvolver a doença.

Quando suspeitar de Papilomatose?

Na presença de uma massa semelhante a uma verruga, geralmente na zona da boca, mas também poderá aparecer na mucosa ocular, genital e na pele. De
tamanho variável, consistência dura e cor variável, poderá lembrar uma couve-flor.

Como frequentemente se localiza na cavidade oral, os sinais clínicos incluem halitose, sialorreia (salivação excessiva) e dificuldade/dor na mastigação. Em caso de ulceração, podem tornar-se hemorrágicas e causar infecções secundárias.

 

Como ter a certeza que é Papilomatose?

Através de uma biópsia e posterior exame histopatológico realizado pelo seu médico veterinário.

 

Existe tratamento para Papilomatose Canina?

Sim, através de excisão cirúrgica com bom prognóstico.

 

A resolução cirúrgica é obrigatória em todos os cães?

Não, por vezes ocorre resolução espontânea.

 

Filipa Calejo
Médica Veterinária de Animais de Companhia

Planos Barkyn

Crie o seu plano personalizado Barkyn e descubra uma nova felicidade!

Começar