Feridas nas almofadas plantares, como tratar?

Saúde

As feridas nas almofadas plantares são muito frequentes nos cães, principalmente nos que vêm à rua com frequência ou que estão no exterior.

cão

Como identificar feridas nas almofadas do seu cão?

 

 

As feridas mais comuns são por descamação, abrasão, por corte ou por levantamento da superfície da almofada plantar.

  • Por descamação: Normalmente são motivadas pelo facto de a almofada plantar estar mais seca, podendo causar alguma dor no animal. Nestes casos, o ideal é hidratar as almofadas plantares através da colocação de cremes tópicos (Dermoscent Bio Balm® Pomada, por exemplo);
  • Por abrasão: Normalmente são superficiais, sangram pouco e cicatrizam rapidamente.
  • Por corte: São as mais comuns – podem sangrar muito e, caso se tratem de cortes profundos, necessitam de ser suturadas.
  • Por levantamento da superfície da almofada plantar: São menos frequentes – são lesões mais extensas, dolorosas, e convêm ser avaliadas assim que possível por um médico. Neste tipo de lesões, o animal evita pousar a pata no chão.

A existência de feridas de aspeto diferente, que não foram feitas por lesão, como o aparecimento de pápulas ou mudanças de cor da almofada, bem como lesões exfoliativas, devem ser vistas pelo médico veterinário pois podem ser fruto de uma condição patológica.

 

Cuidados a ter de imediato

  1. Estancar a hemorragia, fazendo compressão com gaze na zona do corte. Se a hemorragia não parar, levar o cão ao médico veterinário o quanto antes;
  2. Desinfetar a zona da almofada plantar ferida com betadine diluído em água (repetir 2x/dia);
  3. Evitar que o cão lamba a pata – se possível, colocar colar isabelino;
  4. Se o dono tiver experiência, e se a ferida for superficial, pode fazer-se um penso com compressas, ligadura e adesivo para fixar o penso à pele.

 

Porque é importante a observação pelo médico veterinário?

A avaliação correta do tipo de ferida em questão deve ser feita por um médico. Como explicado anteriormente, algumas delas necessitam de ser suturadas (“levar pontos cirúrgicos”) para que o tempo de cicatrização diminua e para que se evitem infeções secundárias – nestas situações, a abordagem médico-cirúrgica deve ser realizada o mais cedo possível, e não passados dias, de forma a que se consiga conservar a “saúde dos tecidos”.

As feridas nas almofadas plantares são dolorosas para os cães – para que se sintam mais confortáveis e para evitar a inflamação dos tecidos, normalmente o médico veterinário prescreve medicação anti-inflamatória/analgésica. É importante a avaliação médica também em situações em que a ferida se encontra infetada (com pus), porque a medicação com antibiótico pode ser necessária.

Nunca deve ser instituída medicação ao cão por parte do dono sem consulta médica. A medicação  humana pode ser tóxica para os cães!

 

Como evitar lesões deste tipo?

Por vezes é complicado evitar este tipo de lesões. Deve evitar levar o cão a passear em parques com muito lixo, em passeios com vidros e restos de materiais de obras e em zonas com florestação muito densa.

Daniela Leal
Médica Veterinária de Animais de Companhia

Planos Barkyn

Crie o seu plano personalizado Barkyn e descubra uma nova felicidade!

Começar