Doxiciclina para cães

Saúde

A Doxiciclina é um antibiótico de largo espectro e usado numa variedade de patologias em cães. A sua posologia e utilidade clinica tornaram-na comum na medicina de pequenos animais.

A doxiciclina é um antibiótico de amplo espectro muito eficaz na eliminação de microrganismos Gram positivos e Gram negativos. É um derivado da oxitetraciclina e ambas pertencem ao grupo das tetraciclinas. O seu mecanismo de ação, semelhante ao de outras tetraciclinas, consiste, de uma forma simplificada, em impedir a síntese das proteínas desses microrganismos.

Está indicada num conjunto de patologias algumas das quais  respiratórias, broncopneumonias, faringites, otites, doenças causadas por hemoparasitas, infeções cutâneas, entre outras.

A absorção da doxiciclina não é influenciada pela presença de alimentos no sistema digestivo.   Pode ser considerado um fármaco de ação prolongada, sendo possível administrar apenas uma dose diária, com as vantagens adjacentes. A excreção é realizada principalmente pela via intestinal, sendo que não existem contra-indicações perante a existência de insuficiência renal.  Difere-se também das outras tetraciclinas por causar menos efeitos secundários.

Não deve ser utilizada nas fêmeas lactantes já que passa, na sua maioria, para o leite materno e, consequentemente, para os cachorros.  

Os comprimidos podem ser administrados inteiros, triturados ou até dissolvidos nalgum líquido. No caso de se optar pela administração do medicamento dissolvido em líquido, é necessário ingeri-lo de imediato.

É um medicamento que deve ser usado única e exclusivamente sob prescrição médica e se o seu médico veterinário o assim indicar! Tal como todos os antibióticos, deve ser usada com extrema precaução e responsabilidade.

Helena Ferreira

Médica veterinária de animais de companhia

Planos Barkyn

Crie o seu plano personalizado Barkyn e descubra uma nova felicidade!

Começar