Comece o seu plano com 10% de desconto em todas as entregas!

  • Veterinário
  • Alimentação
  • Sobre nós
  • Loja
EntrarRegistar
BlogSaúde

Disfunção Cognitiva: O que é?

A esperança média de vida dos nossos patudos tem vindo a aumentar, aumentando consequentemente, os problemas característicos de animais seniores, tal como a disfunção cognitiva. Se tem um patudo idoso, este artigo é para si!

Sara Alves

Sara Alves

Veterinária
2 min de leitura
Simule uma comida personalizada e anti-doenças para o seu cão

O melhor para o seu cão

Simule uma comida personalizada e anti-doenças para o seu cão

SIMULAR
SIMULAR

O que é o Síndrome de Disfunção Cognitiva?

É uma patologia degenerativa que afeta o sistema nervoso central e se caracteriza por uma deterioração gradual das capacidades cognitivas do animal, sem que exista uma causa médica que justifique este processo. À medida que os nossos patudos vão envelhecendo, podem exibir alterações comportamentais típicas da idade, incluindo, responderem de forma mais lenta a estímulos habituais da sua rotina. Na realidade, alguns destes comportamentos podem ser indicativo de alterações relacionadas com demência.

Encontre aqui ração personalizada para cães séniores.

A prevalência desta doença em cães está estimada em cerca de 22% em cães entre 9 a 10 anos e pode atingir os 73% em patudos mais velhos.

Quais os sinais clínicos?

Os sinais clínicos mais frequentes incluem:

  • Desorientação: ficar a olhar para um ponto fixo e não reconhecer membros da família ou o local onde está;
  • Alteração das interações sociais: podem ficar mais irritáveis, nervosos ou agressivos com pessoas ou outros animais;
  • Alteração do ciclo de sono-vigília: muitas vezes dormem durante a manhã e estão mais ativos à noite, muitas vezes com vocalizações noturnas;
  • Alteração da aprendizagem e da memória: podem urinar ou defecar em sítios inadequados e exibem dificuldade em aprender comandos novos;
  • Alteração dos níveis de atividade: diminuição da curiosidade e exibem comportamentos repetitivos;
  • Aumento do nível de ansiedade: principalmente quando se separa do tutor e tornam-se mais reativos e nervosos perante estímulos visuais ou auditivos.

Apesar destes sintomas serem os mais comuns, não são os únicos que podem surgir, e, com a progressão da doença, podem mesmo surgir sinais neurológicos.

Como se diagnostica?

O diagnóstico da disfunção cognitiva é por exclusão, ou seja, é necessário descartar problemas médicos que podem ser a causa direta das alterações comportamentais, para se chegar a este diagnóstico. É essencial o diálogo com o tutor para averiguar possíveis comportamentos que tenham passado despercebidos, a realização de um exame físico e exame neurológico minuciosos, juntamente com um painel de análises sanguíneas e, eventualmente, exames imagiológicos (radiografia, ecografia ou TAC).

Uma vez descartadas as principais causas médicas, considera-se que as alterações comportamentais são consequências do Síndrome de Disfunção Cognitiva.

Sara Alves

Médica Veterinária de Animais de Companhia

O melhor para o seu cão

Comida natural, entregue à sua porta

Uma receita desenvolvida por uma equipa de mais de 30 veterinários para responder às necessidades únicas do seu cão.

COMEÇAR AGORA
10%
desconto na 1a encomenda
Comida natural, entregue à sua porta

© Barkyn, Lda. NIF: 514259426 - Love for your dog 2021

VisaCard Icon
MasterCard Icon
  • Ajuda
  • Emprego
  • Privacidade
  • Loja