• Home
  • SobreChevron Icon
    • Testemunhos
    • Veterinário
    • Alimentação
  • Blog
  • Comunidade
  • Simular
BlogSaúde

Desparasitantes internos: tudo o que precisa saber

A desparasitação interna, a par da desparasitação externa e da vacinação, faz parte dos cuidados profiláticos que devem ser prestados aos animais de companhia.

Porque deve ser feita a desparasitação interna?

Para evitar a colonização de parasitas internos, responsáveis por distúrbios intestinais e doenças mais graves a nível cardíaco e pulmonar.

 

Como é feita?

A apresentação dos desparasitantes internos é feita na sua maioria na forma de comprimidos ou pastas orais. A escolha da dose varia conforme o peso e a idade do animal.

 

Idade para a primeira desparasitação interna nos cachorros

Os cachorros devem ser desparasitados pela primeira vez aos 15 dias de vida. Inicialmente a desparasitação interna deve ser repetida de 15 em 15 dias até aos 3-4 meses de idade, passando a ser mensal até aos 6 meses de idade.

Existem vários desparasitantes internos disponíveis no mercado, quer para cachorros (Drontal® Puppy, por exemplo) quer para adultos (Zipyran®, por exemplo) .

 

De quanto em quanto tempo deve ser repetida a desparasitação interna?

A partir dos 6 meses de idade, as desparasitações internas podem ser realizadas de forma mais espaçada. Podem ser feitos planos de desparasitação mais rigorosos (de 3 em 3 meses) ou planos de desparasitação menos frequentes (de 6 em 6 meses). Fêmeas gestantes devem ser desparasitadas antes do parto.

 

O cão fica protegido durante todo esse tempo?

Não. A desparasitação tem atuação sobre os parasitas adultos na altura em que é realizada. Ou seja, as desparasitações internas não têm atuação residual. Se houver colonização de parasitas depois da desparasitação ter sido realizada, é necessário repeti-la!

 

Que patologias são prevenidas com a desparasitação?

A desparasitação regular evita que haja crescimento de parasitas adultos que possam existir no organismo do animal (Ascarídeos, Ancilostomídeos, Dipilidium Caninum, Echinicoccus granulosos).

Estes parasitas são, na sua maioria, responsáveis por distúrbios gastrointestinais, podendo provocar vómitos, diarreia e prurido anal.

Daniela Leal
Médica Veterinária de Animais de Companhia

PARTILHE SE GOSTOU!

Facebook IconTwitter Icon

Aprenda mais sobre o seu cão

A Barkyn entrega ração adaptada e acompanhamento constante de um veterinário dedicado. Simule para si!

plans

Formuladas por veterinários, as rações Barkyn são feitas com carne ou peixe fresco e têm condroprotetores para tornar o seu cão mais forte. Aprovado por mais de 50 000 cães.

Barkyn

Sobre

Siga-nos