Barkyn Logo
  • Veterinário
  • Alimentação
  • Barkyn Portugal
BlogSaúde

Dermatite das pregas nasais do Pug e do Bulldog Francês

Os Bulldog e os Pug são cães de raça braquicéfala e, como tal, apresentam o focinho mais retraído em comparação com outras raças. Por esse motivo acabam por ficar com as chamadas ‘pregas de pele’, predispostas a dermatites.

Daniela Leal

Daniela Leal

Veterinária
2 min de leitura

O melhor para o seu cão

Sabia que o seu cão pode ter uma ração à medida dele?

-15%

na 1ª encomenda
SABER MAIS
SABER MAIS

O que é a dermatite das pregas nasais?

É uma inflamação que surge na zona das pregas, muitas vezes entre elas (na zona das dobras). A zona das pregas acaba por ter um arejamento deficiente e o contacto constante entre ambas provoca lesão e eritema (vermelhidão). Pode surgir infeção secundária, com mau cheiro associado e com presença de pústulas. Em certos casos,  o prurido (comichão) na zona pode estar presente.

Porque é que os Bulldog e os Pug têm pregas nasais?

Graças à conformação braquicéfala a quantidade de pele à volta da zona nasal e no focinho acaba por não ter espaço para se manter esticada, formando pregas. Para além de poderem inflamar (graças ao constante contacto entre elas e à falta de arejamento da zona), se estiverem em contacto com os olhos podem provocar úlceras de córnea.

Como evitar a dermatite das pregas?

Em casos mais graves, em que é impossível manter as pregas limpas apenas com tratamento médico preventivo, pode ter que ser realizada uma reconstrução cirúrgica das pregas de forma a manter a pele da zona saudável.

Contudo, na maioria dos casos a dermatite pode evitar-se através de uma limpeza regular das pregas. Deve limpar as pregas com toalhitas próprias para o efeito, diariamente ou pelo menos 2x/semana, dependendo do tipo de cão, da conformação das pregas e da tendência das mesmas para causarem dermatite. Em casos em que a dermatite já está instalada (a pele vermelha, com ou sem infeção associada), pode ser necessária a limpeza com toalhitas antibacterianas e antifúngicas e, em casos mais graves, a toma de medicação oral para controlar a inflamação, infeção e prurido (comichão).

A alimentação pode ajudar nestes casos?

Diretamente não, porque o problema surge por uma alteração conformacional. No entanto, as rações de salmão ou com óleo de salmão como suplemento podem ser uma mais valia.

A adição de óleo de salmão à ração pode também auxiliar nesta e noutras questões de pele, muito comuns em cães de raça Bulldog e Pug.

Daniela Leal

Médica Veterinária de Animais de Companhia

Próximo artigo

Chevron Icon

PARTILHE SE GOSTOU!

Facebook IconTwitter IconChain Icon

O melhor para o seu cão

Alimentação saudável entregue à sua porta

A Barkyn entrega ração adaptada às necessidades do seu cão acompanhamento de um veterinário dedicado. Simule agora!

Começar agora
15%
desconto na 1ª encomenda

© Barkyn, Lda. NIF: 514259426 - Love for your dog 2021

VisaCard Icon
MasterCard Icon
PaypalFooter Icon
  • Ajuda
  • Emprego
  • Privacidade
  • Loja