Barkyn Logo
  • Veterinário
  • Alimentação
  • Barkyn Portugal
BlogSaúde

Criptorquidismo Canino

Causas O criptorquidismo ocorre quando há uma falha na migração dos testículos até ao escroto. Esta condição, que pode ser uni ou bilateral, é consequência de uma desregulação hormonal que impede o processo natural de migração testicular. Sabe-se que é uma doença transmitida geneticamente, sendo mais frequentes em raças de pequeno porte, tais como, Chihuahuas, … Continue reading “Criptorquidismo Canino”

Sara Alves

Sara Alves

Veterinária
2 min de leitura

O melhor para o seu cão

Sabia que o seu cão pode ter uma ração à medida dele?

-15%

na 1ª encomenda
SABER MAIS
SABER MAIS

Causas

O criptorquidismo ocorre quando há uma falha na migração dos testículos até ao escroto. Esta condição, que pode ser uni ou bilateral, é consequência de uma desregulação hormonal que impede o processo natural de migração testicular. Sabe-se que é uma doença transmitida geneticamente, sendo mais frequentes em raças de pequeno porte, tais como, Chihuahuas, Lulu da Pomerânia, Caniche e Yorkshire Terrier. Existem ainda alguns casos descritos em Pastores Alemães com displasia da anca (também é um defeito genético).

Sintomas

Estes patudos geralmente não apresentam qualquer sintoma, sendo detetada a ausência de um (mais frequente) ou dos dois testículos no escroto durante consultas de rotina. Cães com criptorquidismo bilateral são estéreis uma vez que a temperatura elevada que existe no interior do organismo impede a formação de espermatozoides.

Diagnostico

Geralmente, os testículos migram até ao escroto por volta das 10 semanas de idade. Contudo, como são estruturas pequenas e moveis, recomenda-se esperar até aos 6 meses de idade para se diagnosticar um cachorro com criptorquidismo. Pode ainda ser necessário recorrer à ecografia abdominal para definir a localização do testículo retido.

Tratamento

O tratamento consiste na remoção de ambos os testículos (o que está no escroto e o que está retido). A importância da castração nestes cães prendem-se com o facto de esta doença ser transmitida à descendência e também pela maior probabilidade de surgimento de neoplasias no testículo retido.

Prevenção

A prevenção do criptorquidismo passa pela seleção rigorosa dos exemplares caninos que serão usados para reprodução, evitando o cruzamento de cachorros com esta patologia.

Sara Alves

Médica Veterinária de Animais de Companhia

Próximo artigo

Chevron Icon

PARTILHE SE GOSTOU!

Facebook IconTwitter IconChain Icon

O melhor para o seu cão

Alimentação saudável entregue à sua porta

A Barkyn entrega ração adaptada às necessidades do seu cão acompanhamento de um veterinário dedicado. Simule agora!

Começar agora
15%
desconto na 1ª encomenda

© Barkyn, Lda. NIF: 514259426 - Love for your dog 2021

VisaCard Icon
MasterCard Icon
PaypalFooter Icon
  • Ajuda
  • Emprego
  • Privacidade
  • Loja