Coprofagia: o meu cão come cocós, o que faço?

Saúde

A coprofagia consiste na ingestão de fezes do próprio animal ou de outros animais (incluindo gatos).

cão

Porque é que o meu cão come fezes?

Nem sempre é claro o motivo que leva um cão a ingerir as próprias fezes ou as fezes de outro animal.

Os motivos mais comuns para esse comportamento são os seguintes:

  • Défices nutricionais – Se a ração não for equilibrada nutricionalmente, a ingestão de fezes pode surgir na tentativa de compensar alguns défices nutricionais;
  • Alimentação pouco digestível – Em rações pouco digestíveis (em que os nutrientes não são bem absorvidos a nível intestinal), as fezes concentram nutrientes que não foram retidos pelo tubo gastrointestinal e ficam apetecíveis;
  • Alimentação rica em gordura – Em animais alimentados com rações altas em gordura, as fezes podem ficar mais apetitosas;
  • Tentar esconder as fezes – Quando um cão faz fezes num local inapropriado e sabe que o fez erradamente, vai tentar esconder as fezes do dono ingerindo-as;
  • Por questões comportamentais – Cães com pouca atividade diária, com um meio com pouco enriquecimento ambiental, ou que passam muito tempo sozinhos, podem brincar com as fezes e ingeri-las, considerando isso uma distração.

 

O que posso fazer para parar esse comportamento?

Melhorar a digestibilidade e a qualidade nutricional da ração – tanto do seu cão como dos animais que convivem com eles;

Disponibilizar locais aceitáveis pelo dono para o animal poder defecar sem ser repreendido;

Reeducar o comportamento aprendido: aqui o objetivo passa por mostrar ao cão que não deve comer as fezes e que esse comportamento não é aceitável. Numa primeira fase, e para travar a ingestão o quanto antes, está recomendado a introdução de um produto na alimentação que faz com que as fezes fiquem com um sabor desagradável. Deve colocar o produto diariamente na ração do cão e na ração de todos os animais lá de casa (incluindo gatos) cujas fezes são ingeridas pelo seu patudo. Um dos produtos mais utilizados é o Forbid®. Com a descontinuação desta ingestão, através da utilização do produto, é possível que haja uma reorientação do comportamento e aí poderá descontinuar a administração do produto.

 

Daniela Leal
Médica Veterinária de Animais de Companhia

Planos Barkyn

Crie o seu plano personalizado Barkyn e descubra uma nova felicidade!

Começar