Cataratas nos cães: como identificar?

Saúde

O seu cão ultimamente vai contra as coisas? Possivelmente poderá estar com dificuldade visual. Será motivada por cataratas?

cão

 

O que são?

As cataratas caracterizam-se pela opacificação do cristalino (ou lente), uma estrutura ocular transparente responsável pela acomodação visual. A opacificação da lente impede a passagem de luz até à retina, estrutura do olho responsável pela perceção das imagens, fazendo com que os animais percam a capacidade visual.

 

Qual a prevalência em cães?

Os casos de cataratas em cães têm sido cada vez mais prevalentes. Aparecem com mais frequência em animais mais velhos. É muito frequente o aparecimento em cães diabéticos, principalmente naqueles em que a diabetes não está controlada.

 

Porque aparecem as cataratas?

Sabe-se que existem mutações genéticas hereditárias responsáveis pelo aparecimento primário de cataratas, havendo algumas raças predispostas. Caniche, Beagle, Cocker Spaniel, Bichon Frise, Labrador e Cavalier King Charles são algumas das raças identificadas. Ocorrem ainda secundárias a patologias como a diabetes, patologias oculares como o glaucoma e a uveíte anterior, traumas, intoxicações e dietas alimentares não equilibradas. Em animais geriátricos as cataratas podem desenvolver-se como sendo parte de um processo de envelhecimento, designando-se neste caso como catarata senil.

 

Como prevenir o aparecimento e progressão deste problema?

É importante tratar a causa primária, quando possível (tratar a diabetes, por exemplo). As cataratas em fase inicial – cataratas imaturas – na maioria das vezes não comprometem a visão do animal, contudo a “cirurgia às cataratas” deve ser pensada já nesta altura como meio de prevenir a evolução da patologia, que pode levar à cegueira e ao dano das restantes estruturas intra-oculares.

Existem ainda suplementação diária que ajuda à nutrição do cristalino, prevenindo a evolução das cataratas.

 

Quais os sinais clínicos?

Os animais com cataratas maduras manifestam algumas dificuldades visuais, e vão muitas vezes contra objetos. Visualmente os donos conseguem notar uma coloração esbranquiçada no olho do animal, em casos de cataratas avançadas.

 

O que fazer se desconfiar que o meu cão tem cataratas?

Deve ser marcada uma consulta de oftalmologia junto do veterinário. Uma vez diagnosticadas as cataratas, o veterinário descartará causas secundárias para o seu aparecimento e avaliará a possibilidade de realização de cirurgia.

 

Existe tratamento para as cataratas?

O tratamento é cirúrgico, através da remoção do cristalino opacificado. Os cães mantêm a sua capacidade visual sem o cristalino/lente, contudo pode optar-se pela colocação de uma lente intra-ocular.

Daniela Leal
Médica Veterinária de Animais de Companhia

Planos Barkyn

Crie o seu plano personalizado Barkyn e descubra uma nova felicidade!

Começar