Barkyn Logo
  • Veterinário
  • Alimentação
  • Barkyn Portugal
BlogSaúde

Ascite em cães: tudo o que precisa de saber

A ascite é uma alteração grave que pode surgir como um dos sinais mais fáceis de identificar de que algo não está bem com o seu animal. Não sabe o que é? Então continue a ler!

Ana Gonçalves

Ana Gonçalves

Veterinária
2 min de leitura

O melhor para o seu cão

Sabia que o seu cão pode ter uma ração à medida dele?

-15%

na 1ª encomenda
SABER MAIS
SABER MAIS

O que é a ascite em cães?

A ascite corresponde a uma acumulação de líquido na cavidade abdominal do animal. Os animais que apresentam este sinal clínico, exibem uma barriga muito dilatada, sem que estejam obesos ou gestantes (no caso das fêmeas). O líquido acumulado pode ser um transudado, transudado modificado, exsudado, quilo, sangue ou urina. As características do líquido, estão relacionadas com a patologia que está na base desta acumulação.

Quais as principais causas?

Existem muitas causas possíveis para a ascite, entre as quais:

  • Patologias cardíacas  (insuficiência cardíaca congestiva);
  • Tumores;
  • Hipoproteinémia (baixa concentração de proteínas como a albumina no sangue);
  • Rutura de órgãos internos (como bexiga, baço ou útero distendido);
  • Transtornos na coagulação/envenenamentos;
  • Peritonite.

Sintomas

Juntamente com a dilatação do abdómen podem também surgir outros sinais, nomeadamente:

  • Dor abdominal
  • Anorexia
  • Prostração
  • Intolerância ao exercício
  • Aumento de peso

Tratamento e prevenção

O tratamento passa pela resolução da causa primária da ascite. Pode requerer medicação cardíaca, cirurgia, dieta específica, transfusão de plasma, entre outros. Em muitas situações é também necessário drenar o liquido, tanto para aliviar o desconforto do animal, bem como para enviar uma amostra para análise e se perceber a origem da acumulação de líquido.

A prevenção é feita através de check ups regulares. É muito importante que o seu animal seja avaliado periodicamente pois numa consulta de rotina pode ser identificado um sopro cardíaco ou palpação abdominal alterada, por exemplo. Seguidamente, através de exames complementares como análises sanguíneas, radiografias, ecografias ou ecocardiografias, a patologia do seu animal pode ser diagnosticada precocemente, evitando desta forma que ele chegue a desenvolver ascite.

 

Ana Cláudia Gonçalves

Médica Veterinária de Animais de Companhia

Próximo artigo

Chevron Icon

PARTILHE SE GOSTOU!

Facebook IconTwitter IconChain Icon

O melhor para o seu cão

Alimentação saudável entregue à sua porta

A Barkyn entrega ração adaptada às necessidades do seu cão acompanhamento de um veterinário dedicado. Simule agora!

Começar agora
15%
desconto na 1ª encomenda

© Barkyn, Lda. NIF: 514259426 - Love for your dog 2021

VisaCard Icon
MasterCard Icon
PaypalFooter Icon
  • Ajuda
  • Emprego
  • Privacidade
  • Loja