Barkyn Logo
  • Veterinário
  • Alimentação
  • Barkyn Portugal
BlogSaúde

O meu cão deve fazer análises ao sangue com que frequência?

Os exames complementares mais comumente realizados aos nossos patudos são análises sanguíneas. Estes exames incluem normalmente um hemograma e um perfil bioquímico. Em conjunto, são uma ferramenta diagnóstica muito útil e que permite estabelecer um estado geral de saúde do nosso animal. Mas com que frequência devem ser realizados?

Helena Ferreira

Helena Ferreira

Veterinária
2 min de leitura

O melhor para o seu cão

Sabia que o seu cão pode ter uma ração à medida dele?

-15%

na 1ª encomenda
SABER MAIS
SABER MAIS

O hemograma avalia a quantidade e a qualidade dos três principais grupos de células do sangue: hemácias (glóbulos vermelhos, que transportam oxigénio e nutrientes para o corpo), os leucócitos (glóbulos brancos que atuam no sistema imune) e as plaquetas (que modulam a coagulação).

O perfil bioquímico avalia o nível sérico de enzimas e marcadores que nos dão importantes informações sobre a função e/ou dano de alguns dos órgãos vitais: rim, fígado, pâncreas, etc.

Mas quando devem ser realizadas estas análises?

  • A primeira análise sanguínea de um cachorro deve ocorrer, normalmente, na altura da puberdade, aquando da sua esterilização. As análises pré-anestésicas são deveras importantes para garantir que se encontram num ótimo estado geral de saúde e que se reúnem as condições ideais para suportarem uma anestesia geral e a cirurgia com máxima segurança.
  • Os animais adultos e saudáveis devem ser avaliados, pelo seu médico veterinário habitual, pelo menos uma vez por ano, para exame físico completo, recolha da anamnese e história do que aconteceu no último ano. Nestas consultas, o seu médico veterinário pode sugerir a realização de um painel sanguíneo se surgir, nessa consulta, alguma preocupação.
  • Por sua vez, os animais geriátricos, devem ser avaliados pelo seu médico veterinário a cada semestre e pela sua idade, requerem um controlo analítico mais frequente. Estes animais devem fazer analises sanguíneas pelo menos anualmente, para garantir um diagnóstico precoce de doenças associadas ao envelhecimento.
  • Animais com doenças crónicas: como diabetes, hiperadrenocorticismo, doença de Addison, epilepsia, entre outras, estão normalmente sob efeito de medicação diária que requer ajustes de doses e controlo analítico repetido, pelo que requerem analises sanguíneas contínuas, às vezes separadas por alguns meses apenas.

Em resumo, com  acompanhamento médico dedicado e com rastreios frequentes podemos detetar e tratar algumas doenças antes destas causarem danos e assim aumentar a esperança média de vida dos nossos patudos! Aconselhe-se com o seu médico veterinário!

Helena Ferreira

Médica veterinária de animais de companhia

Próximo artigo

Chevron Icon

PARTILHE SE GOSTOU!

Facebook IconTwitter IconChain Icon

O melhor para o seu cão

Alimentação saudável entregue à sua porta

A Barkyn entrega ração adaptada às necessidades do seu cão acompanhamento de um veterinário dedicado. Simule agora!

Começar agora
15%
desconto na 1ª encomenda

© Barkyn, Lda. NIF: 514259426 - Love for your dog 2021

VisaCard Icon
MasterCard Icon
PaypalFooter Icon
  • Ajuda
  • Emprego
  • Privacidade
  • Loja