7 conselhos para quem deixa os cães em casa durante o dia

Lifestyle

Com certeza que sempre que sai de casa para ir trabalhar e deixa o seu patudo sozinho em casa, fica com o coração nas mãos. O ideal será proporcionar o melhor ambiente para que ele se sinta bem durante a sua ausência.

cão

1 – Desgastar energia

Uma vez que os patudos acordam com 100% de energia e ficam sozinhos em casa durante várias horas é aconselhado que eles percam parte dessa energia para que não a desgastem em asneiras dentro de casa e permaneçam mais calmos.

Deve passeá-lo antes de ir trabalhar, durante, pelo menos, 40 minutos. Se o seu cão for muito enérgico, poderá ter de prolongar o passeio; introduzir  corrida durante cerca de 5 minutos irá ser muito benéfico.

 

2 – Esconder a comida

Em vez de colocar toda a dose de comida na taça habitual, pode espalhar os grãos de ração pela casa, até mesmo escondê-los, com o fim do seu patudo perder tempo a procurá-los e a comê-los aos poucos.

Também pode esconder os seus biscoitos preferidos nalguns locais da casa. Isto irá fazer com que o seu patudo se mantenha ocupado durante algum tempo e ajuda a desenvolver a sua capacidade cognitiva.

 

3 – Brinquedos

Deixar um ou dois brinquedos prediletos para que brinque com eles durante parte do dia.

Também é aconselhado utilizar brinquedos dispensadores de comida como o tão conhecido Kong. Este tipo de brinquedos irá entretê-lo durante algum tempo. Pode prepará-lo e dá-lo ao seu cão imediatamente antes de sair de casa para que ele permaneça ocupado em vez de pensar no facto do seu dono ter ido embora.

 

4 – Criar desafios

Se existe alguma divisão da casa ou algum local onde o seu cão goste muito de passar o tempo como o sofá ou a cama do seu quarto, pode criar obstáculos até lá, como o empilhamento de almofadas.

 

5 – Criar o ambiente ideal

Muitas vezes, o facto de deixar a televisão ou o rádio ligados pode fazer com que o seu cão não se sinta tão sozinho, proporcionando-lhe um maior conforto na sua ausência.

Deixar uma peça de roupa sua perto dele também irá ajudar a tranquilizá-lo.

 

6 – A hora da despedida e da chegada a casa

Não deve valorizar o momento em que sai de casa, não deve despedir-se com muitos mimos e grandes festas, assim como quando chega a casa. Isso irá aumentar o seu grau de ansiedade e é algo que queremos evitar, sempre.

Dê-lhe apenas uma festa, o Kong com biscoitos no interior ou um pequeno osso para roer para permanecer distraído aquando da sua saída.

 

7 – Alguns cuidados 

É importante ter a certeza de que o seu cão fique numa ou mais divisões da casa sem acesso a objetos que comprometam a sua segurança.

Deve garantir que não tem acesso a fios elétricos, assim como a objetos pequenos que possa engolir ou até mesmo a alimentos e plantas que causem toxicidade (chocolate, uvas, jarros…).

 

Rita Moita Ferreira

Médica Veterinária de Animais de Companhia

Planos Barkyn

Crie o seu plano personalizado Barkyn e descubra uma nova felicidade!

Começar