Suplementos de cálcio para cachorros – sim ou não?

Alimentação

O cálcio e o fósforo são minerais bastante importantes no crescimento dos cães. Não devem estar em deficiência na dieta, contudo o seu excesso pode ser prejudicial ao crescimento.

cão

A ração deve ser suplementada com cálcio?

Regra geral, as rações têm níveis de cálcio e fósforo equilibrados e a suplementação normalmente não é necessária. A relação cálcio/fósforo na dieta deve variar entre  1:1 e 1,8:1, sendo que na idade jovem o valor de cálcio pode variar entre 0.8% e 1.8% e o de fósforo entre 0,7% e 1,6%. Se for dada suplementação de cálcio fora da alimentação, a relação cálcio/fósforo pode ser perdida, e a suplementação torna-se prejudicial para o animal. O excesso de cálcio na alimentação na idade jovem pode provocar alterações no crescimento ósseo.

Que rações têm um bom equilíbrio e quantidade de cálcio e fósforo?

As rações têm sempre os valores de minerais dentro dos valores mencionados anteriormente. A quantidade e relação de cálcio e fósforo que constituem a ração são importantes, contudo é igualmente que a ração seja de boa qualidade e digestível, para que os nutrientes (incluindo aqueles que constituem uma boa fonte de cálcio e fósforo) sejam bem aproveitados a nível gastrointestinal.

Como saber se a ração é ou não equilibrada?

A absorção dos minerais pelo organismo pode variar de animal para animal e dependerá também da qualidade da ração. Rações de boa qualidade têm normalmente a fonte proteica (frango, salmão, cordeiro) como primeiro ingrediente e possuem ingredientes variados (incluindo legumes e fruta como fonte de vitaminas e minerais) na sua composição. Leia o artigo ‘Como escolher uma boa ração’.

Daniela Leal

Médica Veterinária de Animais de Companhia

Planos Barkyn

Crie o seu plano personalizado Barkyn e descubra uma nova felicidade!

Começar