Qual a importância das fibras prebióticas na alimentação de cães?

Alimentação

As fibras, solúveis e insolúveis, ajudam a manter um trato gastrointestinal saudável e podem ser encontradas sobretudo em frutas e legumes. Hoje em dia as rações formuladas para cães incluem não só frutas e legumes como também fibras prebióticas selecionadas.

cão

O que são fibras prebióticas?

As fibras prebióticas são fibras que são fermentadas pelas bactérias benéficas do trato gastrointestinal. Os produtos da sua fermentação permitem criar um ambiente ótimo para as “bactérias boas” habitarem o intestino. Como tal, as fibras prebióticas ajudam no crescimento da microflora benéfica do trato gastrointestinal, que compete com a flora patogénica (não benéfica). O microbioma intestinal é muito importante para a saúde digestiva dos cães e a alimentação tem um papel fundamental na sua formação.

As fibras prebióticas mais conhecidas são os fruto-oligossacáridos (FOS), os galacto-oligossacarídeos (GOS), e os manano-oligossacáridos (MOS).

Em que casos devem fazer parte da alimentação?

Os prebióticos têm como principal função ajudar no crescimento da microflora intestinal saudável, evitar a colonização das bactérias patológicas no transito gastrointestinal, aumentar a imunidade local, estimular a saúde do cólon, melhorar o transito intestinal e promover a correta formação das fezes. Como tal, desde que incluídos na ração em quantidades moderadas, são uma mais valia para o bom funcionamento intestinal de todos os cães.

Contudo, cães com alterações gastrointestinais e diarreia frequente podem beneficiar de uma suplementação extra na dieta.

Como identificar se uma ração inclui prebióticos?

Na composição da ração podem vir descritas fibras prebióticas como FOS e MOS. Contudo, os ingredientes incluídos nas rações podem ser uma fonte importante de fibras prebióticas, como por exemplo:

  • Extrato de Yucca Schidigera: tem como principal ação ajudar na formação de fezes e na redução do odor das mesmas, mas tem igualmente uma ação prebiótica;
  • Sementes de linhaça;
  • Raíz de chicória;
  • Extrato de dente-de-leão;
  • Frutas (maça e banana);
  • Alga Spirulina.

E os probióticos, o que são?

São bactérias benéficas para a microflora intestinal que ajudam a popular o intestino. As fibras prebióticas constituem um substrato para os probióticos.

Os probióticos podem ser encontrados em forma de suplementes ou estarem presentes na ração (por exemplo: Bifidobacterium e Lactobacillus)

Daniela Leal

Médica Veterinária de Animais de Companhia

Planos Barkyn

Crie o seu plano personalizado Barkyn e descubra uma nova felicidade!

Começar