Comece o seu plano com 10% de desconto em todas as entregas!

  • Veterinário
  • Alimentação
  • Sobre nós
  • Loja
EntrarRegistar
BlogAlimentação

Alimentação para cães com diarreia crónica

A dieta assume uma importância muito relevante, principalmente na patologia intestinal crónica. Saiba em que consiste e como escolher a dieta apropriada para o seu cão.

Daniela Leal

Daniela Leal

Veterinária
3 min de leitura
Simule uma comida personalizada e anti-doenças para o seu cão

O melhor para o seu cão

Simule uma comida personalizada e anti-doenças para o seu cão

SIMULAR
SIMULAR

O que se entende por patologia intestinal crónica?

Qualquer patologia intestinal com tendência à recidiva pode ser descrita como sendo uma patologia intestinal crónica. As mais comuns são de caráter inflamatório ou neoplásico.

Como saber se um cão tem patologia crónica?

O principal sinal clínico que um cão com patologia intestinal manifesta é a diarreia (líquida ou pastosa), que pode vir acompanhada ou não de outros sinais clínicos (consoante a zona intestinal afetada e o tipo de patologia em questão) – vómitos, perda de peso, tenesmo (dificuldade em defecar). A diarreia pode ainda variar na forma, consistência e cor.

Regra geral, os animais que sofrem de patologia intestinal crónica já foram vistos várias vezes por Médicos Veterinários por diarreias recidivantes e já foi realizado um diagnóstico definitivo. O controlo veterinário regular deve ser mantido.

Porque é importante a dieta?

Um animal com uma patologia intestinal crónica tem, à partida, um intestino sensível que necessita de dieta especial. Nem todos os animais com patologia respondem de igual forma à mesma dieta. Na maioria das vezes, para além do estudo aprofundado do tipo de patologia em questão e consequente introdução da dieta mais indicada para o caso, é necessário experimentar várias dietas até descobrir aquela que o animal tolera melhor.

Para prevenir alterações intestinais e manter a saúde do trato digestivo, é imprescindível adoptar uma dieta baseada em ração de elevada qualidade, preferencialmente com ingredientes naturais.

Que tipos de dietas podem ser fornecidos?

É importante que uma dieta para uma alteração gastrointestinal cumpra os seguintes pontos (sendo estes pontos variáveis consoante a causa inicial de diarreia):

  • Dieta nutricionalmente equilibrada e com uma qualidade nutricional boa;
  • Com proteína facilmente digestível (com origem no frango e no ovo);
  • Baixa em gordura;
  • Com fibras prebióticas e probióticas que ajudam na manutenção da microflora gastrointestinal benéfica;
  • Com inclusão de ácidos gordos essenciais EPA e DHA, que atuam como antiinflamatórios intestinais “naturais”.

A necessidade de fibras em termos de quantidade e tipo (solúveis e insolúveis) irá depender da doença intestinal em questão e qual o local do intestino que está afetado. Como tal, poderá variar caso a caso.

É possível estabilizar os sinais clínicos apenas com maneio alimentar?

Sim. É a solução ideal para todos os donos e Médicos Veterinários. Em muitos casos é possível manter um animal com história de diarreia crónica sem sinais clínicos apenas com o maneio dietético. Em alguns casos é necessário juntar medicação que pode, dependendo do caso, ser prolongada no tempo.

Veja aqui outras causas de diarreia.

Daniela Leal
Médica Veterinária de Animais de Companhia

O melhor para o seu cão

Comida natural, entregue à sua porta

Uma receita desenvolvida por uma equipa de mais de 30 veterinários para responder às necessidades únicas do seu cão.

COMEÇAR AGORA
10%
desconto na 1a encomenda
Comida natural, entregue à sua porta

© Barkyn, Lda. NIF: 514259426 - Love for your dog 2021

VisaCard Icon
MasterCard Icon
  • Ajuda
  • Emprego
  • Privacidade
  • Loja